Solução está na zaga: Aguirre tem cobrado até gol de seus defensores

A presença de Bruno Alves na área como um atacante para fazer o gol do triunfo por 1 a 0 sobre o Vitória, na sexta-feira, não foi à toa. Diego Aguirre confia que passa pela zaga a retomada do São Paulo no Campeonato Brasileiro e, por isso, não cobra dos defensores somente que proteja o goleiro, mas também que cooperem no setor ofensivo.

– O Aguirre estava cobrando bastante para irmos à área com convicção. Ele trabalha bastante essa jogada nos treinos durante a nossa preparação e sempre pede que os zagueiros fiquem na área para tentar aproveitar a sequência do lance – contou o próprio Bruno Alves.

– Felizmente, consegui aproveitar para marcar. Eu sabia que uma hora a bola ia sobrar, porque trabalhamos bastante para aproveitar este tipo de oportunidade – comemorou o responsável por balançar as redes e acabar com um jejum de seis partidas sem ganhar do Tricolor.

Além de fazer gol, o camisa 34 pode comemorar também o desempenho defensivo. O São Paulo completou a segunda partida consecutiva sem sofrer gol, já que na rodada anterior ficou no 0 a 0 diante do Atlético-PR, no Morumbi. O objetivo é manter essa condição para se recuperar de vez no Brasileiro.

– Conquistamos uma vitória importante, que devolveu a confiança ao nosso time. Oscilamos um pouco e queríamos quebrar esta sequência negativa, e alcançamos o nosso objetivo. Agora vamos trabalhar, porque já temos mais uma partida fundamental pela frente. É melhor evoluir com vitórias, e temos muito a melhorar nessa reta final – apontou Bruno Alves.

O elenco do São Paulo recebeu folga durante todo o fim de semana depois da partida de sexta-feira, em Salvador. O grupo se reapresenta na tarde desta segunda-feira, com treinamento no CT da Barra Funda visando a partida das 17h de domingo, no Morumbi, contra o Flamengo, segundo colocado do Campeonato Brasileiro. O Tricolor ocupa a quarta posição, a três pontos do time carioca e a sete do Palmeiras, líder do torneio.

 

Fonte: Lance

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*