Sem Wellington, Ney tenta manter padrão do meio-campo são-paulino

Um dos motivos que explica o crescimento do São Paulo na reta final do Campeonato Brasileiro e na Copa Sul-Americana é a presença do volante Wellington no meio-campo. Recuperado de grave lesão no joelho, o jogador de 22 anos tomou conta do setor, fez o companheiro Denilson crescer de produção e ainda se tornou o cão de guarda do sistema defensivo, o melhor do segundo turno do Campeonato Brasileiro, com apenas nove gols sofridos em 15 partidas.

Neste domingo, Ney Franco terá de fazer a equipe funcionar sem o jogador, que levou o terceiro cartão amarelo no empate com o Fluminense, no último domingo, e terá de cumprir suspensão automática. O treinador revelou ter três opções.

– Posso usar o Maicon, o Casemiro e ainda tenho uma alternativa interessante que seria colocar o Douglas como volante pelo lado direito. Ele tem qualidade para ir ao ataque e ainda volta para compor bem o meio-campo – afirmou o treinador.

O comandante são-paulino acredita que, independentemente dos jogadores escalados, o esquema tático está consolidado e o time tem condições de manter o bom nível técnico mesmo quando a equipe não está completa.

– Acho que isso ficou bem claro contra a Universidad de Chile. Mesmo sem o Osvaldo e o Paulo Miranda, a equipe jogou com a mesma intensidade, buscou os gols e conquistou o resultado. Coloquei um meia (Maicon) na vaga do Osvaldo, mas o time manteve a força ofensiva e ainda sofreu poucos sustos atrás – ressaltou.

Neste domingo, Ney Franco comandará a equipe pela 33ª vez desde que foi contratado. Segundo ele, desde o primeiro jogo, contra o Palmeiras, em Barueri, no dia 15 de julho, muita coisa mudou.

– Alterei não só algumas peças como a forma da equipe atuar. Hoje posso dizer que o São Paulo é um time equilibrado. Temos de continuar com o mesmo ritmo para alcançar os objetivos neste fim de temporada, que são a vaga na Libertadores do ano que vem e o título da Copa Sul-Americana – finalizou.

 

Fonte: Globo Esporte – Foto: Vipcomm

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*