Sem testes, São Paulo deve ter ataque Lucas/Osvaldo contra o Bahia

Depois de golear o Botafogo por 4 a 0 no Morumbi, em partida válida pela 20ª rodada doCampeonato Brasileiro, o São Paulo já se reapresenta na tarde desta sexta-feira para atividades regenerativas no CT da Barra Funda e, no dia seguinte, embarca para Salvador, onde enfrenta o Bahia no próximo domingo, às 16 horas (de Brasília), no estádio de Pituaçu.

Para o confronto diante dos nordestinos, o único desfalque imediato da equipe será o atacante Luis Fabiano, autor do primeiro gol da goleada sobre o Botafogo, e que forçou o terceiro cartão amarelo para não participar da viagem. A dica para que o Fabuloso ficasse suspenso do confronto foi do próprio técnico Ney Franco, que já planejava poupá-lo para recondicionamento físico.

Dessa forma, a dupla de Lucas é a única dúvida do comandante antes de embarcar para a Bahia. Ney Franco ainda terá um treino com portões fechados na manhã do sábado, mas já adiantou que sua opção deve ficar entre Osvaldo, que marcou um gol e deu uma assistência nesta quinta-feira, e Cícero, que também balançou as redes de Jéfferson. Ademílson e Willian José também são alternativas, mas improváveis.

Fernando Dantas/Gazeta Press

Ney Franco lamenta um único treino antes de enfrentar o Bahia no próximo domingo, pela 21ª rodada do Brasileirão

“Entramos no jogo com sete jogadores pendurados e só o Luis Fabiano tomou o terceiro cartão amarelo, por instrução minha. Já começamos a montar o time que enfrenta o Bahia a partir daquele lance e conto com todos os jogadores à disposição”, disse o treinador, sem pensar em mudanças: “Temos variáveis, como usar dois atacantes abertos sem um jogador de referência no ataque”.

 

Caso nenhum problema físico surpreenda Ney Franco na reapresentação do grupo, a provávelescalação do São Paulo para enfrentar o Bahia no final de semana é a seguinte: Rogério Ceni – que desta vez não reclamou de dores musculares -; Douglas, Rhodolfo, Rafael Toloi e Cortez; Denílson, Paulo Assunção, Maicon e Jadson; Lucas e Osvaldo (Cícero).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*