Sem os selecionáveis, Santos e São Paulo jogam pela reabilitação no torneio

Santos e São Paulo se enfrentam neste domingo, às 16h, na Vila Belmiro, para buscar a reabilitação no Campeonato Brasileiro. Sem o brilho dos principais astros, que estão na Seleção, caso de Neymar e Arouca pelo lado do Santos e Lucas por parte do São Paulo, as duas equipes chegam desfalcadas para o confronto.

Com 26 pontos, o clube da Vila Belmiro ocupa a 14ª posição no Brasileiro e já cogita abandonar as esperanças de disputar a próxima Libertadores. Já o São Paulo, a quatro pontos do Vasco, está em quinto e conta com Luis Fabiano para diminuir a diferença.

VOLTA POR CIMA!

Vindo de três derrotas consecutivas, o Peixe tenta, além de se reabilitar no campeonato, evitar a pior sequência do ano. Porém, o técnico Muricy Ramalho não vai ter missão fácil, já que novamente muitos desfalques assolam o planejamento.

Ao todo, o comandante alvinegro pode ter 11 baixas: Arouca e Neymar (na Seleção), Bruno Rodrigo (suspenso), Edu Dracena, Fucile, Galhardo, Henrigue, Ganso (machucados) e Juan (fora do clássico por cláusula contratual). Léo e Miralles, que se recuperam de lesões, são dúvidas.

Depois do tropeço para o Fluminense, na última quinta-feira, no Engenhão, os santistas “jogaram a toalha” pela briga por vaga na Libertadores do ano que vem. Alguns jogadores, inclusive, chegaram a falar sobre um possível risco de rebaixamento, o que Muricy Ramalho descarta.

– A gente tem que analisar quem está em cima, são times muito fortes. Nós não precisamos só reagir, os outros também têm que cair. E eles, seguramente, não vão cair, pelo plantel que têm – disse o comandante alvinegro, já resignado em ficar fora do G4.

Neste ano, Santos e São Paulo se enfrentaram em três oportunidades. No Paulistão, o Peixe perdeu na primeira fase por 3 a 2, mas se vingou na semifinal, quando eliminou o rival, com vitória por 3 a 1, em pleno Morumbi. Já no Brasileirão, novo triunfo do Tricolor, em jogo repleto de desfalques, por 1 a 0.

EM BUSCA DA REGULARIDADE

Instável no Brasileiro, o São Paulo busca a recuperação diante do Santos, neste domingo, após fazer apenas um ponto nos últimos dois jogos. A quatro pontos do Vasco, quarto colocado no campeonato, o Tricolor paulista quer diminuir a diferença já nesta rodada. Em meio à disputa de dois torneios simultâneos, adicionando a Sul-Americana, o elenco pretende não abdicar do potencial nos dois certames para angariar uma vaga no G4.

– É complicado jogar fora de casa. São jogos sempre mais difíceis. A equipe vinha em uma crescente boa, mas essa derrota (para o Bahia) e o empate nos atrapalharam. Nada melhor do que um clássico para que a gente possa voltar a vencer fora de casa – declarou Rafael Toloi.

Sem o camisa 7 Lucas, que defende a Seleção, o técnico Ney Franco deve escalar novamente Osvaldo. Na última partida, o atacante esbanjou categoria, arriscou dribles e deu assistência para o gol de Maicon. Aliás, o meia recebeu o terceiro cartão amarelo diante do Internacional e está fora do confronto deste domingo. Sem dar pistas, o treinador pode optar por Casemiro ou Cícero. Este, por sua vez, é o mais cotado.

No comando de ataque, Luis Fabiano está confirmado. O jogador, que faz um trabalho específico para evitar o número elevado de suspensões, se prontificou a entrar em campo e encarar o Santos, que terá problemas na defesa.

Invicto em clássicos sob o comando do São Paulo – um empate, diante do Palmeiras, e uma vitória contra o Corinthians -, Ney Franco pretende manter a sina para que, enfim, o time engrene na competição.

FICHA TÉCNICA
SANTOS X SÃO PAULO

Local: Vila Belmiro, em Santos (SP)
Data-Hora: 9/9/2012 – 16h
Árbitro: Marcelo Aparecido R de Souza (SP)
Auxiliares: Marcio Luis Augusto (SP) e Anderson J Moraes Coelho (SP)

SANTOS: Rafael; Bruno Peres, David Braz, Durval e Gérson Magrão; Adriano, Ewerton Páscoa, Felipe Anderson e Bernardo; Patito e André. Técnico: Muricy Ramalho.

SÃO PAULO: Rogério Ceni; Douglas, Rafael Toloi, Rhodolfo e Cortez; Paulo Assunção, Denilson, Cícero e Jadson; Osvaldo e Luis Fabiano. Técnico: Ney Franco.
Fonte: Lance

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*