Sem Luis Fabiano, Ney Franco sofre para armar o ataque do Tricolor

Durante as cerca de 20 horas de Loja (ECU) até a capital paulista, Ney Franco teve muito tempo para pensar sobre a escalação do São Paulo. E o técnico tem quebrado a cabeça para encontrar a formação ideal para o ataque da equipe tricolor.

Ou melhor, ele não tem dúvidas quanto ao trio de frente ideal: hoje seria Lucas, Luis Fabiano e Osvaldo. O grande problema é conseguir escalá-los juntos. As lesões que tiram Fabuloso constantemente das partidas têm provocado diversas trocas no setor ofensivo, mas nenhuma tem tido resultado e sequência.

Nos últimos quatro jogos em que Luis Fabiano foi desfalque, quatro formações diferentes. O primeiro a ganhar chance foi Cícero, contra o Bahia. Diante do Galo, a equipe atuou sem centroavante. Willian José foi o escolhido para enfrentar o Cruzeiro e Ademilson começou como titular contra a LDU de Loja. Nenhum obteve o sucesso esperado. E, em todos os jogos, Ney Franco alterou o ataque no segundo tempo.

Dessas quatro partidas, duas derrotas, um empate e só uma vitória. Ao todo, apenas dois gols marcados. Um de Osvaldo e outro contra, em jogada do mesmo atacante.

Os números sem Luis Fabiano são preocupantes. No Brasileirão, o aproveitamento é de apenas 46% dos pontos disputados, o mesmo do Corinthians, 8º colocado. Contando apenas os jogos em que ele esteve em campo, o Tricolor somou 61% dos pontos e estaria dentro do G4.

O problema é que para o confronto de domingo, contra o Coritiba, no Couto Pereira, o camisa 9 novamente deve estar fora de combate.

E Ney Franco não terá como treinar uma formação para pôr em prática. Nesta sexta-feira os atletas estão liberados e só voltam ao CT na manhã deste sábado para uma atividade leve, seguida de viagem para Curitiba. Ao longo de toda essa semana, a equipe só conseguiu treinar na noite da última terça-feira, durante o reconhecimento do gramado, na cidade de Loja.

Vice-artilheiro do Campeonato Brasileiro com 11 gols, Luis Fabiano prova, a cada jogo que atua ou fica fora, que não há no elenco são-paulino um substituto do mesmo nível.
Fonte: Lance – Foto: Vipcomm

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*