Sem jogar há 3 meses, Pablo tem desafio para conquistar Cuca no São Paulo

Uma das principais contratações do São Paulo para a temporada, o atacante Pablo terá um desafio a mais para seu retorno aos gramados neste segundo semestre, após mais de três meses sem entrar em campo. Além de retomar o ritmo de jogo depois de uma cirurgia para retirada de um cisto na região da coluna, ele precisará conquistar a confiança e se adequar ao estilo de jogo do técnico Cuca, que começou a trabalhar no clube assim que o atleta se machucou.

Para entrar de vez no método Cuca, Pablo deve ter que melhorar um ponto que foi bastante questionado na época de Vagner Mancini como treinador: o jogo de pivô. Mesmo em seus melhores jogos, o atacante sofreu bastante quando precisou servir como alvo de bolas longas ou sustentar jogadas de costas para o gol, sendo várias vezes cobrado por Mancini. Essas são funções que são tidas como cruciais para um camisa 9 na ideia de futebol de Cuca.

A procura do São Paulo por um novo homem de frente, que foi concretizada com a compra de Raniel, do Cruzeiro, foi em parte baseada nesse desejo de Cuca de ter uma referência mais física na área. Apesar de o novo reforço também não ser um pivô clássico, ele é tido como um jogador com mais capacidade de “brigar” com os zagueiros e vencer disputas no contato.

Apesar dessa deficiência, Pablo foi um dos principais jogadores do São Paulo enquanto esteve em campo nos primeiros três meses da temporada. Até hoje, ele é um dos artilheiros da equipe no ano, com quatro gols, empatado com Hernanes. Alguns dos melhores momentos do Tricolor no ano também passaram pelas boas atuações de Pablo, como os jogos contra o Ituano nas quartas de final do Campeonato Paulista e a partida de ida contra o Palmeiras na semifinal. Aquele, aliás, foi seu último jogo, em 30 de março.

A expectativa, agora, é que Cuca consiga montar o ataque que considera ideal com Pablo, Alexandre Pato e Antony para a sequência da temporada. O São Paulo volta aos jogos oficiais justamente contra o Palmeiras, último time que Pablo enfrentou antes de ficar de molho por dores na panturrilha e, posteriormente, pelo problema na coluna. O clássico está marcado para sábado, 13 de julho, no Morumbi, pelo Campeonato Brasileiro.

Fonte: Uol

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.