Saudades: Ganso diz que queria Neymar a seu lado no São Paulo

Paulo Henrique Ganso e Neymar são amigos desde o início de suas carreiras, no Santos. Depois de três anos de companheirismo, gols e títulos, eles agora estão em times diferentes. Mas, se dependesse do meia, isso poderia mudar. Perguntado em evento de uma patrocinadora pessoal sobre qual jogador brasileiro levaria para o São Paulo, seu clube desde o fim do ano passado, Ganso foi enfático:

– Eu traria o Neymar para jogar ao meu lado – disse.

Pelo Peixe, a dupla venceu três vezes o campeonato paulista (2010,11 e 12), a Copa do Brasil de 2010, a Taça Libertadores de 2011 e a Recopa Sul-Americana do ano passado. Fora de campo, um é padrinho do filho do outro. Ganso de Davi Lucca e Neymar de Maria Victória. Bem humorado, o meia do Tricolor tirou sarro do novo cabelo do amigo.

– Nem adianta falar. O cabelo é horrível, mas dentro de campo é um gênio da bola.

Se nos campos os dois são craques, com o joystick nas mãos não é bem assim. Neymar já mostrou ter muita habilidade no videogame. Já Ganso…

– Fique sabendo que ele tem medo de me enfrentar. Tem medo de perder. Sou tão ruim que ele tem até medo.

Ganso foi contratado pelo Tricolor após longa e conturbada negociação. O meia custou R$ 16,4 milhões aos cofres do clube do Morumbi. O Grupo DIS, que era dono de parte dos direitos do atleta, entrou com R$ 7,5 milhões. Com isso, a divisão dos direitos econômicos do atleta ficou 68% para o grupo e 32% para o clube da capital.

O meia se apresentou ao seu novo clube em setembro, em fase final de recuperação de uma lesão muscular na coxa esquerda e só voltou aos gramados nas últimas partidas de 2012. Neste ano, Ganso foi titular no primeiro jogo – vitória por 2 a 0 diante do Mirassol –, mas perdeu posição para Aloísio na segunda partida de 2013 – goleada por 5 a 0 contra o Bolívar, pela primeira fase da Taça Libertadores.

Ney Franco optou por manter o esquema com três atacantes que deu certo no ano passado. Assim, Jadson ficou centralizado, Luis Fabiano na referência do ataque, Osvaldo pela esquerda e Aloisio pela direita. O camisa 8 foi sacado da equipe por, segundo o treinador, estar abaixo fisicamente de Jadson.

O primeiro confronto entre Neymar e Ganso poderá acontecer na quinta rodada do Paulistão. No dia 3 de fevereiro, domingo, o Santos recebe o São Paulo na Vila Belmiro, às 17h.

 

Fonte: Globo Esporte

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*