São Paulo tenta se descolar de rivais diretos contra o Flu no RJ

Após ter deixado a zona de rebaixamento mais uma vez, o São Paulo agora tenta se descolar de seus rivais diretos no Campeonato Brasileiro. Esse é o objetivo a ser alcançado no duelo com o Fluminense, nesta quarta-feira, às 21h45 (de Brasília), no Maracanã, pela 29ª rodada do torneio nacional.

Com a vitória de virada por 2 a 1 sobre o Atlético-PR, o Tricolor saltou do 17º para o 13º lugar, com 34 pontos ganhos. O próximo passo da equipe, portanto, é se estabilizar longe dos últimos quatro colocados na tabela de classificação.

“Precisamos desta segunda vitória consecutiva, porque o campeonato já nos mostrou que, com dois resultados positivos, é possível subir bem na tabela. Uma segunda vitória na sequência dá um poder muito grande. Outras equipes conseguiram dar um salto grande assim e, hoje, já brigam por outro objetivo”, avaliou o volante Petros.

O time do Morumbi chega para o confronto em alerta. Os paulistas não querem repetir diante dos cariocas o fraco desempenho da derrota por 1 a 0 para o Atlético-MG, na última quarta, no Independência. “Temos essa consciência de que não fizemos um bom futebol no primeiro tempo contra o Atlético-MG. Mérito deles também que nos envolveram. Mas agora é outro jogo, não podemos errar, vamos lá com o pensamento de mais uma final. Podem ter certeza que a postura do time vai ser diferente”, garantiu o meia-atacante Marcos Guilherme.

Diferentemente do que ocorreu em Belo Horizonte, onde não pôde contar com Cueva e Arboleda, o técnico Dorival Júnior tem agora todos os titulares à disposição – não há desfalques por lesão nem por suspensão. Por desgaste muscular, Petros e o lateral direito Éder Militão, que jogaram no sacrifício contra o Atlético-PR, treinaram sem restrições nesta terça e atuarão no Rio de Janeiro.

Assim como o São Paulo, o Fluminense vem de vitória na competição: 1 a 0 no Avaí, no Maracanã. Com o resultado, o clube das Laranjeiras atingiu o 12º lugar, com 35 pontos, um a mais que o time paulista. A visão sobre o que representa a partida não é diferente no lado carioca.

“É sem dúvida nenhuma um jogo chave para a nossa equipe na competição e por isso mesmo temos que nos impor em casa e ganhar. Se um novo bom resultado aparecer, vamos começar a ter uma pontuação de mais tranquilidade para projetarmos o futuro”, ressaltou o técnico Abel Braga.

Já o volante Richard aposta no apoio vindo das arquibancadas como o fator desequilibrante na partida. “Mais uma vez vai ser fundamental a torcida jogar ao nosso lado e nos empurrar em busca de um resultado positivo. O jogo é importante e por isso mesmo temos a certeza de que o Maracanã vai estar lotado. Nesse tipo de situação, onde os dois times precisam do resultado positivo por objetivos bem semelhantes, quem joga em casa fica mais forte com esse apoio”, considerou.

Em termos de escalação, o Fluminense não poderá contar com o volante Wendel, suspenso por acúmulo de cartões amarelos. Assim, Douglas, que retorna de suspensão, reaparece. outro que estava suspenso e retoma a posição é o lateral-direito Lucas, que deixará Renato como opção no banco de reservas.

FICHA TÉCNICA
FLUMINENSE X SÃO PAULO

Local: Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ)
Data: 18 de outubro de 2017, quarta-feira
Horário: 21h45 (de Brasília)
Árbitro: Leandro Pedro Vuaden (RS)
Assistentes: José Eduardo Calza e Maurício Coelho Silva Penna (ambos do RS)

FLUMINENSE: Diego Cavalieri; Lucas, Gum, Reginaldo e Marlon; Douglas, Richard, Junior Sornoza e Gustavo Scarpa; Marcos Junior e Henrique Dourado
Técnico: Abel Braga

SÃO PAULO: Sidão; Éder Militão, Robert Arboleda, Rodrigo Caio e Júnior Tavares; Petros e Hernanes; Marcos Guilherme, Christian Cueva e Lucas Fernandes; Lucas Pratto
Técnico: Dorival Júnior

 

Fonte: Gazeta Esportiva

Um comentário em “São Paulo tenta se descolar de rivais diretos contra o Flu no RJ

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*