São Paulo tenta pagar para se livrar de “mico” argentino

O São Paulo não pretende estender por mais tempo a constrangedora situação do lateral esquerdo Clemente Rodríguez.

Contratado no meio do ano passado para ser a solução do setor, o tricampeão da Libertadores jogou apenas três partidas e foi afastado do elenco por não atender às exigências das comissões técnicas que comandaram o time desde então.

A atual diretoria fez uma proposta para se livrar do jogador (ou para fazer o jogador se livrar do clube). Clemente tem contrato até o meio de 2015, mas está tão escanteado que vem treinando longe dos demais profissionais.

A proposta é a seguinte: o São Paulo pagaria metade dos salários do atleta até o fim do contrato e ele ficaria livre para sair da equipe e buscar outra. A oferta foi feita pelo diretor Gustavo Vieira diretamente a Clemente.

O vice-presidente de futebol, Ataíde Gil Guerreiro, espera que ela seja aceita para que as duas partes possam seguir sua vida.

A história de Clemente Rodriguez no São Paulo é curiosa. Contratado pela antiga diretoria, ele chegou ao São Paulo como um nome de peso, dono de três títulos da Libertadores e como o argentino que mais havia jogado na história da competição.

Apesar da pompa, sua estreia, pelo Campeonato Brasileiro, foi marcada por uma derrota de virada para o Bahia (2 a 1) e uma expulsão.  Do jogo seguinte, contra o Corinthians pela Recopa, Clemente não pôde participar porque estava suspenso, devido a outra expulsão, da época em que defendia seu antigo clube, o Boca Juniors.

Coincidência ou não, o São Paulo começava, naquele momento, sob comando de Ney Franco, uma das fases mais obscuras de sua história, em que ficaria inclusive ameaçado de rebaixamento no Brasileiro.

Depois disso, o argentino jogou apenas mais duas vezes, uma derrota e um empate. Machucou-se e não participou de uma excursão do São Paulo à Europa e à Ásia. Com a chegada do técnico Muricy Ramalho, perdeu espaço de vez no elenco e foi afastado dos treinos com os profissionais.

Aos 32 anos, ele já estava desde o começo do ano liberado para procurar outros clubes, já que o São Paulo sempre deixou claro que não conta mais com ele, embora ele seja um atleta com passagem pela seleção argentina e as laterais sejam um setor carente no elenco.

A proposta feita agora é uma tentativa de colocar um ponto final no embaraço da situação. Resta saber se ele aceitará ter o salário reduzido pela metade.

 

Fonte: Uol

2 comentários em “São Paulo tenta pagar para se livrar de “mico” argentino

  1. Que tal creditarmos um pouco dessa incompetencia a quem o contratou,
    vale lembrar que se fosse feito um scout no seu aproveitamente anterior
    teria sido contratado.
    Rodrigues, na’o e’ essa ruindade toda que se apregoa a ele,
    nem a Canete, talvez na’o foi dada a mesma
    retaguarda ou acompanhamento que da’o a certos medalho’es tupiniquins.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.