São Paulo tem três dias para tentar reforçar a zaga contra o Grêmio

A defesa do São Paulo foi do céu ao inferno na última quarta-feira. Depois de passar quatro jogos sem sofrer gols, o Tricolor caiu por 3 a 0 para o rival Santos e o peso dos quatro desfalques na zaga voltou a cair sobre Juan Carlos Osorio. O treinador colombiano agora tem apenas três dias para resolver os problemas da posição e deixar o time mais sólido para encarar o Grêmio no domingo, 16h, em Porto Alegre (RS).

A formação no clássico da Vila Belmiro teve Lyanco e Edson Silva, as únicas opções do setor pela terceira partida consecutiva. Breno, Lucão e Luiz Eduardo, que estavam lesionados, não foram liberados pela preparação física e dificilmente estarão de volta para o confronto da 25ª rodada do Campeonato Brasileiro. Nem mesmo Luiz Eduardo, que chegou a treinar normalmente com o grupo na terça-feira.

– Luiz treinou na terça, mas infelizmente teve uma recaída, voltou a sentir (dores no joelho esquerdo). Não temos outros zagueiros para competir com Lyanco e Edson Silva. Vai ser muito difícil ter um time diferente do que vimos hoje (quarta-feira) para domingo, mas seguramente vamos procurar a melhor formação para tentar vencer – lamentou Osorio.

O técnico, porém, tem esperança de ver os problemas defensivos amenizados. Rodrigo Caio volta ao Brasil nesta quinta-feira após quase dez dias de treinos e um amistoso com a Seleção Brasileira Olímpica. O camisa 3 acabou falhando em um dos gols da derrota por 2 a 1 para a França, mas retorna ao São Paulo com status de salvador após as críticas sobre a zaga no San-São.

Para Osorio, não há como direcionar a responsabilidade pelos tropeços a ninguém, somente ao desmanche sofrido pelo Tricolor nos últimos três meses. Foram oito jogadores negociados, problema intensificado com a série de desfalques, que chegou a atingir 12 atletas na semana passada.

– Quando você tem, em qualquer time, seis ausentes, que eram regulares, é normal que isso aconteça, Vamos ter bons jogos e como hoje (quarta), jogaremos muito mal. Eu tenho falado desde antes que seria difícil competir pelo título com um time que vendeu tantos jogadores. Temos que pensar jogo a jogo para somar a maior quantidade de pontos – afirmou.

Fonte: Lance

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*