São Paulo tem decisões justamente em momento de queda técnica

O São Paulo não precisava, mas criou um problema para si na sequência do Campeonato Brasileiro. Outrora líder isolado da principal competição do país, o Tricolor somou apenas 7 pontos nos últimos 18 disputados e perdeu a condição de time a ser batido. Agora, a equipe do técnico Diego Aguirre tem a obrigação de fazer bons jogos contra o Palmeiras, no Morumbi, e contra o Internacional, no Beira-Rio, para continuar vivo na briga pelo título, justamente quando dá mostras de que está perto de seu limite técnico.

Como perdeu pontos importantes para adversários que brigam no meio e na parte de baixo da tabela (América-MG, Paraná, Fluminense, Botafogo e Santos), o São Paulo não pode mais se dar ao luxo de tropeçar. Nas duas próximas rodadas, o Tricolor encara o Palmeiras, atual líder do Brasileirão, e na sequência, mede forças com o Inter, vice-líder. Se não somar pontos contra esses dois adversários, a equipe ficará em uma situação extremamente delicada.

O momento instável é digno de preocupação. Afinal, o time não tem rendido tão bem quanto no primeiro turno. Sobrecarregado, o meia Nenê está com dificuldades para criar as oportunidades de ataque. Os volantes Hudson e Jucilei, embora estejam dando sustentação defensiva, não têm conseguido chegar à frente. Na prática, isto tem reduzido as chances de gol do time, que acaba apostando suas fichas na velocidade e habilidade de Rojas, pela direita, e Everton (ou qualquer um de seus substitutos) na esquerda.

A cada jogo que passa, o time passa a dar mais mostras de que está próximo de seu limite técnico. Prova disto é que o São Paulo só fez dois ou mais gols em um dos oito jogos do segundo turno. As alterações comumente feitas por Aguirre não têm mais surtido efeito prático, principalmente quando é necessário reverter uma situação negativa em campo. Nos últimos jogos, o Tricolor até conseguiu demonstrar um bom futebol em determinados momentos, mas não fez os gols que precisava.

Diante deste contexto, o São Paulo tem pela frente seus dois maiores desafios nesta temporada. O objetivo do clube é conquistar sua sétima taça do Campeonato Brasileiro, mas, justamente, quando mais precisa mostrar força, tem derrapado. Os jogos contra Palmeiras e Inter serão divisores de águas para o Tricolor, seja para o bem ou para o mal. O trabalho de Raí, Aguirre e companhia estará em jogos nessas duas próximas rodadas.

 

Fonte: Lance

Um comentário em “São Paulo tem decisões justamente em momento de queda técnica

  1. É sao paulo quando tinha tudo para ter uma gordura jogou no lixo agora vai chorar ate o fim pq dificilmente recupera a 1a e 2a posição tem que jogar muito para não cair mais na tabela e ate perder a vaga na libertadores.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*