São Paulo sofre para contratar volante, prioridade de Ceni; veja os nomes

Além de um centroavante de referência, Rogério Ceni deixou claro em conversas com a diretoria a necessidade de contratar mais um volante. O novo técnico do Tricolor quer alguém mais experiente para comandar o meio-campo no ano que vem. O problema é que todos os nomes cogitados pela diretoria não deram certo. Ou são caros ou são atletas que, após análise, deixaram de interessar.

O plano A do Tricolor para a posição era Felipe Melo, revelado pelo Flamengo e que hoje está no Inter de Milão. O jogador não vive bom momento técnico, tanto que pode ser liberado pelos italianos no final deste ano, apesar de ter contrato até junho do ano que vem.

A diretoria são-paulina e o atleta conversaram para que o clube do Morumbi tivesse uma ideia dos planos dele. Ele mostrou interesse de atuar na equipe paulista, mas existe o problema salarial. Na Itália, Felipe Mello recebe R$ 1,5 milhão por mês e teria que reduzir seu salário em 70% para se adequar ao teto salarial do São Paulo, que é de R$ 400 mil mensais. Ele não concordou com isso.

Na sequência, o clube pensou em Sandro, volante que surgiu no Internacional e que atua na Inglaterra há muito tempo. Atualmente, ele defende o Queens Park Rangers, da segunda divisão. O diretor de futebol José Jacobson Neto disse que, após algumas conversas, o interesse acabou.

– Pensamos nele, ele interessava, mas não interessa mais. Chance zero de sair negócio – afirmou o dirigente são-paulino.

sandro Queens Park Rangers x Tottenham Hotspur  (Foto: Divulgação)Clube chegou a conversar com Sandro, mas negociação não prosperou (Foto: Divulgação)

O terceiro nome que surgiu na lista tricolor foi o de Jucilei, que teve ótima passagem pelo Corinthians e que defende o Shandong Luneng, da China. A ideia seria contratá-lo por empréstimo de um ano, mas os representantes do atleta classificam a negociação como praticamente impossível.

Jucilei ganha muito no futebol chinês (R$ 1,3 milhão por mês), não ocupa vaga de estrangeiro, e não está disposto a retornar ao futebol brasileiro.

Quem já interessou e voltou a entrar no radar dos dirigentes é Júnior Urso, que estava no Atlético-MG e também pertence ao Shandong Luneng. Ele retornará ao clube chinês, que está com sua cota de estrangeiros preenchida. Com isso, a tendência é que o atleta seja emprestado novamente. Só que as condições financeiras para um novo empréstimo não são favoráveis.

Vale lembrar que o Galo, quando contratou o atleta, o trouxe de graça, pagando apenas os seus salários.

Ceni quer um volante para atuar ao lado de Thiago Mendes no meio-campo. Hudson, que recentemente renovou seu contrato até 2019, interessa ao Cruzeiro, enquanto Wesley, um dos mais criticados pela torcida, deve continuar, já que tem vínculo até 2018. Além deles, João Schmidt tem futuro indefinido. Ele possui vínculo até junho do ano que vem e a negociação para renovação de contrato está travada.

Fonte: Globo Esporte

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*