São Paulo se vê em perigo na Libertadores e até no Paulistão

Pode parecer cedo, mas o São Paulo precisa abrir o olho se quiser brigar por títulos no primeiro semestre de 2016. Tanto no Campeonato Paulista como na Copa Libertadores da América, o Tricolor está em situação desconfortável após as derrotas seguidas para Corinthians e Strongest, da Bolívia. A análise dos números é clara e pode ficar ainda mais preocupante em um futuro próximo em torneios em que apenas os dois melhores colocados avançam de fase.

Na Libertadores, o jogo contra os bolivianos do Strongest em casa era fundamental para uma classificação tranquila. Agora, o São Paulo pode ser deparar com uma situação ainda pior na competição. Nesta quinta-feira, o River Plate, da Argentina, entra em campo com favoritismo total contra o Trujillanos, da Venezuela, para somar três pontos no grupo 1.

A rodada seguinte é decisiva para o São Paulo. Se perder para o River Plate fora de casa, um resultado que não seria absurdo, o Tricolor observaria o rival argentino abrir até seis pontos de vantagem. O problema é que o Strongest enfrenta o Trujillanos em casa e tem tudo para alcançar a segunda vitória. Esse cenário deixaria o time do Morumbi em situação dramática, até porque o clube boliviano conta com boas perspectivas de vitória em jogos futuros na altitude de La Paz.

No Campeonato Paulista, a situação também demanda atenção. O São Paulo está no grupo C e, apesar de ter um jogo a menos, já observa uma desvantagem de cinco pontos em relação a Ferroviária e Audax Osasco. A chave da equipe do Morumbi apresenta o melhor desempenho dos times considerados menores. E, para completar, caso o Tricolor volte a tropeçar na competição, não poderá tirar a desvantagem através de confrontos diretos, pois o regulamento do Estadual prevê na primeira fase jogos apenas com os rivais dos outros grupos. Pelo menos, no Paulistão, serão 15 rodadas até a definição dos classificados.

Agora, resta ao elenco são-paulino absorver toda a pressão pelos últimos tropeços. Jogadores como Ganso e Centurión foram alvos da torcida no jogo desta quarta-feira contra o Strongest. O técnico Edgardo Bauza também começa a ser questionado, principalmente por suas alterações durante as partidas. Assim, o Tricolor vai precisar acreditar, mais do que nunca, na sua alcunha de “clube da fé” para resgatar a confiança.

 

Fonte: Gazeta Esportiva

2 comentários em “São Paulo se vê em perigo na Libertadores e até no Paulistão

  1. Carlos Sidnei, meu caro, infelizmente sou obrigado a concordar com vc. Aliás, a gestão Leco tem tudo a ver com a do JJ…é um continuísmo, resguardados os mesmos defeitos.

  2. Paulo bom dia, desculpa mais vou discordar de vc:
    1º) Temos que tomar cuidado para não ser rebaixado no Paulista este ano caem (06) e com esse timéco tenho duvidas que vamos chegar em algum lugar.
    2º) Libertadores se não ganhamos do Strongest em casa, não acredito em vitorias fora principalmente na Bolivia, isto posto vamos ficar fora na primeira fase.
    Tomara Deus eu esteja errado no meu pensamento, eu torço para estar errado, mais esse time não me passa confiança nenhuma

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*