São Paulo se reapresenta com jovem da base e indefinição sobre Lucão

O São Paulo se reapresentou nesta segunda-feira após a primeira derrota do clube em casa no Brasileirão. Ainda com indefinição sobre o futuro do zagueiro Lucão, a principal novidade do dia foi a presença de uma jovem revelação da base nas atividades.

Com clima mais pesado do que nos últimos dias, os jogadores são-paulinos foram a campo. Após Marcinho conceder entrevista coletiva e defender a permanência do zagueiro Lucão, os titulares do Tricolor na derrota para o Galo deram tímidas voltas no gramado.

Trabalharam com bola apenas os jogadores que atuaram menos de 45 minutos no jogo do último domingo. Comandados pelo auxiliar Pintado, a principal novidade do dia foi a presença do jovem atacante Brenner, da base tricolor, que apareceu para completar o treino.

Com apenas 45 minutos jogados com a camisa do São Paulo, o atacante Maicosuel foi novamente desfalque. O jogador segue com dores no púbis e não deve retornar ao time na próxima partida. Assim como o zagueiro Rodrigo Caio. O defensor retornou da Seleção Brasileira e ainda se recupera de edema na coxa esquerda.

Caso não consiga contar com o zagueiro, Rogério Ceni deve optar pela formação 3-4-3, com três defensores. Maicon tem lugar garantido no time, e pode ter ao seu lado o jovem Militão e o experiente Lugano, que briga por posição com Douglas. Isso porque o zagueiro Lucão, pivô da última polêmica tricolor, tem grandes chances de não seguir no time do Morumbi.

A diretoria são-paulina não teria digerido muito bem a entrevista pós-jogo de Lucão, que falou que não deve continuar no Tricolor. A comissão técnica deve se reunir com o jogador antes da partida de quarta-feira. O jogador, que falhou no último jogo contra o Galo e já vem sendo criticado pela torcida há alguns jogos, pode ficar de fora da relação para o duelo desta quarta, contra o Atlético-PR, fora de casa.

 

Fonte:  Gazeta Esportiva

3 comentários em “São Paulo se reapresenta com jovem da base e indefinição sobre Lucão

  1. Teríamos que ter uma lei de (i)responsabilidade em contratações. Alguma penalidade deveria ser imposta a quem vive indicando e contratando essas amebas. Não é possível que quase todos jogadores contratados (pior que a maioria meia-boca) vêm “bichados” e, além de recuperá-los, têm que ser mantidos com longos contratos na folha de pagamento sem jogar (não vou citar exemplos que são muitos). Desespero não ajuda em nada. Não dá pra viver contratando reservas de times menores que o S.Paulo e querer transforma-los em titulares aqui. Pior é que estão armando de contratar outro argentino que viram jogar um ou dois jogos na Libertadores (tipo Thomaz) e não aproveitam a base. Desespero pela situação do time não vai ser bom conselheiro em contratações. Melhor trocar só o técnico: fica mais barato e melhora o time como um todo!!!

  2. Maicossuel… é mais uma dessas piadas da Diretoria! O cara já chegou “podre”! OP pior é que era só levantar o histórico dele no CAM para saber que ele é um campeão do REFIS. Vai bater os recordes de inatividade do Gustavo Neri e do Carlinhos!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*