São Paulo se cobra para não recuar depois de fazer gol

A segunda derrota do São Paulo no Campeonato Brasileiro, frustrando a possibilidade de assumir a liderança, deixou uma lição: não recuar depois de balançar as redes. Essa foi a análise dos principais jogadores do time do técnico Diego Aguirre depois de levar 2 a 1 do Grêmio, de virada, em Porto Alegre. E o foco é já mostrar evolução no quesito contra o Cruzeiro, neste domingo, em Belo Horizonte.

– Fizemos o gol muito cedo, e o time abaixou muito. Da maneira que jogamos no primeiro tempo, não demonstramos que queríamos ganhar. E temos de demonstrar isso em campo. Mas fazer o quê?! Acontece de errar. Deixamos o Grêmio crescer muito no primeiro tempo – apontou Nenê, lembrando do gol de Diego Souza, aos três minutos de jogo.

– Estava nas nossas mãos alcançar a liderança, mas sabíamos que seria complicado e, infelizmente, não conseguimos pontuar. Precisamos reagir já no próximo jogo – prosseguiu o camisa 10, ciente de que uma vitória neste domingo, combinada de uma derrota do Flamengo para o Sport, no Maracanã, também às 16h deste domingo, colocará o Tricolor na primeira posição.

Mesmo recuando, porém, o São Paulo teve chance de fazer 2 a 0 com Nenê, que viu Kannemann salvar em cima da linha e, na sequência, o Grêmio empatou. No segundo tempo, os comandados de Aguirre estiveram mais no campo de ataque, mas acabaram sofrendo um segundo gol de Everton e perdendo no Rio Grande do Sul.

– Fiquei muito p… nessa hora (do chute salvo por Kannemann), e ainda tomamos o gol, foi uma ducha de água fria. Faz parte do futebol. Depois, entramos bem melhores no segundo tempo, mas não foi suficiente. Em uma bola que estava conosco, acabamos dando bobeira e tomando gol. É coisa que acontece – analisou Nenê.

Apontar os próprios erros, contudo, é enxergada somente como uma forma de evoluir. O discurso interno é de considerar a derrota na Arena do Grêmio como algo normal, já que o dono da casa é tido como uma das melhores equipes do país. O foco agora está em somar três pontos diante do Cruzeiro.

– O Grêmio tem qualidade, e nosso time não jogou o que sabe jogar. Demos um pouco de espaço, o que não costumamos dar, e acabamos vacilando. Mas é normal jogar na casa do Grêmio, um forte candidato, e ter um resultado negativo. Agora, temos de buscar o resultado no próximo jogo. Foi um jogo muito difícil, mas ficou para trás e precisamos pensar na sequência da competição – disse Diego Souza.

 

Fonte: Lance

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.