São Paulo se apega ao retrospecto contra o Cruzeiro para afastar crise

Se a fase dentro das quatro linhas não é das melhores pela série de resultados negativos e, principalmente, pela eliminação na Copa do Brasil, o São Paulo tem algo para se apegar na tentativa de reverter a situação e reencontrar o caminho dos triunfos: o retrospecto contra o Cruzeiro como mandante no Campeonato Brasileiro. Neste domingo, os times medem forças no Pacaembu, às 16h (de Brasília).

Quando se trata da competição nacional de pontos corridos, o Tricolor não sabe o que é perder para o rival mineiro há quase seis anos. A última derrota jogando na capital paulista para o Cruzeiro aconteceu na oitava rodada do Brasileirão de 2013, quando Luan, hoje no Sport, marcou três vezes no triunfo Celeste por 3 a 0 em pleno Morumbi.

Desde então, o São Paulo recebeu o adversário cinco vezes dentro de sua casa. E venceu em todas as oportunidades. O saldo de gols a favor do time do Morumbi também é bastante favorável: oito tentos a dois. Na última temporada, inclusive, os paulistas venceram também o duelo disputado em Belo Horizonte, por 2 a 0, gols marcados por Everton, desfalque neste domingo, e Diego Souza, hoje no Botafogo.

Levando em consideração os duelos entre São Paulo e Cruzeiro disputados na capital paulista em toda a história do confronto em Brasileiros, a vantagem Tricolor é ainda maior, com um aproveitamento de 63%. Em 27 embates, o time paulista venceu 17, além de sete empates e apenas três triunfos da equipe de Minas Gerais. Antes de 2013, a Raposa levou a melhor em 2003, no primeiro turno, e em 1998, na fase de classificação.

Como se não bastasse o aproveitamento na competição nacional, o time são-paulino ainda pode se apegar ao histórico do confronto em sua totalidade. Das 83 vezes que teve o clube Celeste como adversário, o Tricolor venceu 41 jogos, empatou 21 e perdeu outras 21 partidas. Além disso, marcou 111 gols, contra 80 do rival.

No embate deste domingo, os dois times buscam recuperação. Enquanto o Tricolor, quarto colocado com 11 pontos, tenta reencontrar o caminho das vitórias diante de uma série negativa de quatro jogos, a Raposa almeja se distanciar das últimas posições da tabela, já que se encontra na 16ª posição, com apenas seis pontos conquistados.

 

Fonte: Gazeta Esportiva

4 comentários em “São Paulo se apega ao retrospecto contra o Cruzeiro para afastar crise

  1. Verdade nosso ataque é inofensivo,e nosso sistema defensivo sempre pronto para entregar,o Cruzeiro deve começar a sair da crise a partir de amanhã.

  2. Já enterramos vários tabus. Este será mais um. O Cruzeiro sai da crise depois desse jogo.
    Nosso time não faz gol, portanto não correm risco.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.