São Paulo recua e descarta repatriar Lugano e Kaká

Apesar dos cofres cheios após a venda do atacante Lucas, o torcedor são-paulino que sonha ver nomes como Lugano e Kaká retornarem ao Morumbi para a próxima temporada deve esquecer a ideia. De acordo com publicação desta sexta-feira do jornal O Estado de S. Paulo, o presidente Juvenal Juvêncio já definiu que o clube não fará “grandes investimentos” para 2013. A preferência é concentraresforços na manutenção do atual elenco e fazer reposições pontuais para posições carentes.

Primeiramente favorável ao retorno de Lugano, o mandatário tricolor reavaliou a situação e descartou a negociação por não ter certeza de que o uruguaio teria a mesma performance da primeira passagem. O alto salário e o fato de o jogador ainda ter mercado na Europa também pesa para travar uma possível negociação.

Ainda de acordo com a publicação, Lugano afirmou a amigos estar decepcionado com a falta de confiança do presidente são-paulino e diz que seu passado vencedor no clube está sendo ignorado. O zagueiro tem interesse em voltar ao Morumbi e aceitaria reduzir seus vencimentos para defender novamente o São Paulo, mas Juvenal não quer e dificilmente será convencido do contrário.

Com Kaká, a situação é diferente. A diretoria estava otimista em repatriá-lo, mas as boas apresentações pela Seleção Brasileira fizeram o meia voltar a ganhar espaço e diminuíram as chances de seu retorno. A diretoria tricolor continuará monitorando a situação e, se detectar insatisfação do meio-campista em Madri, vai tentar uma aproximação. A única peça que pode custar um pouco mais cara é um atacante de velocidade para repor a saída de Lucas, que vai para o Paris Saint-Germain em janeiro. Lucca, atualmente do Criciúma, interessa.

 

Fonte: JB

2 comentários em “São Paulo recua e descarta repatriar Lugano e Kaká

  1. Acho que deveria ser feita a tentativa de contratar o Dedé do Vasco, aproveitando a crise porque passa o clube carioca. É um zagueiro jovem e de imenso potencial, que traria retorno, tanto esportivo como financeiro em uma futura venda.

    • O velho e sua trupe estão corretíssimos em não gastar milhões com o Lugano. Já passou a fase dele. A ideia do Dedé seria muito mais sóbria mesmo.

      O Kaká pelo retorno em marketing poderia ser uma boa. Mas sem ter que comprá-lo, por empréstimo ou algo do gênero.

      O time está entrosado e jogando bem (quem diria..), portanto não há necessidade de trazer muitos jogadores como na época do Muricy – baciada de 13-15 jogadores.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*