São Paulo quer dinheiro ou atacante para liberar Michel Bastos

Não é segredo para ninguém que São Paulo e Michel Bastos pretendem desfazer o vínculo contratual que liga clube e jogador ao fim da atual temporada. Mas, se engana quem espera que a diretoria tricolor cederá o atleta de 33 anos facilmente. Apesar de não colocar grandes obstáculos em uma eventual saída, o clube também quer ser ressarcido, e já sabe de que forma. O plano é encontrar um atacante no mercado e usar Michel Bastos como moeda de troca. Do contrário, o Tricolor só topa fazer negócio diante de uma compensação financeira vantajosa.

O trunfo do São Paulo é ter um contrato com Michel Bastos até dezembro de 2017. Assim, nem mesmo um pedida pessoal do jogador para ser liberado em uma espécie de “acordo amigável”, muito comum em casos semelhantes, servirá para convencer o clube de abrir mão de obter algum benefício apenas para atender o desejo de ambos.

Michel Bastos atuou pela última vez com a camisa do São Paulo dia 5 de outubro, contra o Sport (Foto: Fernando Dantas/Gazeta Press)
Michel Bastos atuou pela última vez com a camisa do São Paulo dia 5 de outubro, contra o Sport (Foto: Fernando Dantas/Gazeta Press)

E a prioridade é conseguir reforçar o elenco com mais um atacante por meio do camisa 7. Com sérios problemas no setor ofensivo, o São Paulo está determinado a encontrar uma solução no mercado sem precisar mexer no bolso para isso. Outra alternativa é vender o atleta e usar o dinheiro para efetuar a compra de um avante que atenda os requisitos da comissão técnica.

Michel Bastos ficou muito perto de deixar o São Paulo em agosto, após ser agredido durante a invasão de torcedores ao CT da Barra Funda. Desde então, o meia, com cada vez menos clima no clube, não concedeu mais nenhuma entrevista e sequer tem sido relacionado por Ricardo Gomes para as partidas. Mesmo assim, a diretoria não tem dúvidas de que tudo isso é um caso peculiar e não afasta interessados pelo ex-jogador da Seleção Brasileira.

 

Fonte: Gazeta Esportiva

Um comentário em “São Paulo quer dinheiro ou atacante para liberar Michel Bastos

  1. Nada!
    Dá pra liberar o cara a troco de um rolo de fumo; um canivete de duas folhas; um galo índio e uma garrafa da marvada. Acho que seria um grande negócio para o tricolor…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*