São Paulo propõe troca de Casemiro por Ganso, mas negociação fracassa

O São Paulo tentou contratar Paulo Henrique Ganso por empréstimo de um ano. Ofereceu Casemiro e mais dois jogadores, mas o negócio não vingou. Um dos motivos para o fracasso foi o interesse do Santos em incluir Luis Fabiano na operação. Os são-paulinos não aceitaram.

Logo no início das tratativas, os dirigentes do clube do Morumbi deixaram claro que não admitiam colocar no negócio Rogério e Lucas, além de Luis Fabiano.

Para dificultar ainda mais a negociação, durante o impasse, o presidente do Santos, Luis Álvaro de Oliveira Ribeiro, estava no Nordeste, em um curto período de férias. A ausência do mandatário “colaborou” para a negociação não ser concretizada.

O ex-diretor de futebol e membro do Comitê de Gestão do clube, Pedro Luís Nunes Conceição, conduziu a negociação. Mas, ele não tem autonomia para desatar sozinho um nó desse tamanho.

Sem acerto entre as partes, Casemiro acabou estourando o limite de jogos que poderia fazer no Brasileiro sem prejudicar uma transferência para outra equipe da Série A. O volante entrou em campo contra o Atlético-GO, pela 12ª rodada da competição, e frustrou a cúpula santista interessada em fazer a troca.

O Santos era favorável à troca, já que receberia mais dois atletas na negociação. Além do volante Casemiro, as duas partes já haviam acertado que o meia Cícero seria um dos envolvidos na transação. O terceiro jogador ainda estava sendo discutido quando a transação fracassou.

A situação de Ganso continua indefinida no Santos. Além do São Paulo, o camisa 10 já recebeu proposta de Corinthians e Internacional. No entanto, o jogador aguarda um acerto entre a DIS, braço esportivo do Grupo Sonda, e a cúpula santista, que negociam a venda de parte dos direitos econômicos do jogador.

Fonte: Uol

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*