São Paulo presta esclarecimento à Conmebol e crê em Tigre desmascarado

O São Paulo enviou um ofício à Conmebol nesta sexta-feira na tentativa de registrar o posicionamento do clube com relação aos incidentes ocorridos na final da Copa Sul-Americana na última quarta-feira no Morumbi. O intuito é o de prestar esclarecimentos das atitudes tomadas, já que a entidade busca declarações dos envolvidos na confusão.

O vice de futebol do São Paulo, João Paulo de Jesus Lopes, em conversa com o UOL Esporte, destacou ser importante o documento para comprovar que o clube foi vítima de uma armação do Tigre no Morumbi.

O dirigente do São Paulo acredita que o fato de que o B.O (Boletim de Ocorrência) do clube argentino ser realizado sem constar a suposta ameaça com arma de um segurança do São Paulo pesa no sentido de comprovar uma farsa.

De acordo com a delegada Margarete Barreto, titular do Decradi (Delegacia de Crimes Raciais e Delitos de Intolerância), os jogadores do Tigre afirmaram em depoimento após a confusão, que interrompeu a partida contra o São Paulo pela Copa Sul-Americana, que foram agredidos pelos seguranças do Tricolor, mas não explicaram como começou o incidente. Logo após o tumulto, integrantes da comitiva argentina declararam à imprensa que os jogadores não disputariam o segundo tempo pois haviam sido ameaçados com armas de fogo pelos são-paulinos.

Fonte: Uol

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*