São Paulo pode ter meio campo formado em Cotia contra o Flu

É bem possível que o São Paulo tenha um meio de campo “made in Cotia” no jogo contra o Fluminense, às 16h de domingo, no Morumbi, pela terceira rodada do returno do Brasileirão. Luan, Liziero e Shaylon são os favoritos a iniciarem jogando nas vagas que geralmente são de Jucilei (suspenso), Hudson (com dores no joelho direito) e Nenê (suspenso).

Esse trio só foi formado durante 15 minutos no profissional, na vitória por 2 a 0 sobre o Cruzeiro, no Mineirão, mas entrosamento não deve ser problema.

Luan e Liziero, por exemplo, conviveram diariamente por cerca de quatro anos, período em que moraram no Centro de Formação de Atletas Laudo Natel, em Cotia. Faz ainda mais tempo que eles se conhecem: oito anos, desde que eram apenas monitorados pela base são-paulina e não se alojavam no clube.

Como Liziero é um ano mais velho que o amigo, a dupla demorou um pouco para se fixar dentro do campo. Isso aconteceu no segundo semestre do ano passado, quando Luan passou a integrar o grupo sub-20. Os dois estiveram juntos no título da Copa RS de 2017, no vice-campeonato da Copa São Paulo Júnior de 2018 e na campanha que rendeu o quarto lugar na Libertadores, sempre como titulares – Liziero, algumas vezes, atuava como lateral-esquerdo.

Liziero também subiu um pouco antes ao elenco principal: estreou em março deste ano, na vitória por 3 a 1 sobre o Red Bull Brasil, pelo Paulistão. Já Luan estreou em julho, ao entrar nos instantes finais da vitória por 3 a 1 sobre o Corinthians e reeditar a dupla. No jogo seguinte, contra o Cruzeiro, os dois foram os volantes titulares e tiveram bom desempenho.

Luan agradou tanto que não voltou mais à base e fez o técnico Diego Aguirre desistir da ideia de ir buscar um novo volante no mercado. Domingo passado, contra o Ceará, começou jogando pela segunda vez e foi bem novamente.

Shaylon ficou menos tempo em Cotia do que os dois: chegou em 2016, vindo da Chapecoense, e foi promovido ao elenco profissional no início de 2017. Ele não chegou a jogar com Luan no sub-20, mas foi destaque do time campeão paulista da categoria em 2016, que tinha Liziero como reserva.

Com 21 anos, Shaylon é o mais velho do trio e soma 33 partidas como profissional no São Paulo, com quatro gols. Liziero, 20 anos, tem 17 partidas e um gol. Luan, 19 anos, jogou apenas três vezes até o momento.

Ainda não é possível saber se este será o meio de campo titular. Aguirre fechou os treinamentos e tem outras opções, como Everton Felipe, para o setor. Além disso, Hudson ainda não está totalmente descartado. O Tricolor divulgará a lista de relacionados neste sábado.

 

Fonte: Lance

3 comentários em “São Paulo pode ter meio campo formado em Cotia contra o Flu

  1. Espero que os garotos agarrem a oportunidade com unhas e dentes.
    No futebol a bola gira rápido, o tempo passa rápido e as chances que chegam têm que serem aproveitadas, pq já tem mais uma leva de garotos buscando espaço e querendo um lugar ao sol.
    Lucas Fernandes mesmo teve várias oportunidades mas não agarrou e provavelmente não terá as mesmas chances , vai ter que mostrar muito serviço no portimonense se quiser ainda voltar para o SPFC ou outro clube grande do Brasil.
    Pra jogar num gande europeu vai ter que se reinventar e jogar o que nunca jogou na vida.
    Espero que o trio de cotia ajude o SPFC com uma vitória e quem sabe com os 3 jogando bem.
    Vamos SPFC !!!

  2. Acho que Shaylon não tem condições de jogar o que o time precisa nessa partida contra o Fluminense, eu colocaria Diego Sousa na armação sem pensar duas vezes.

    Mas o jogo tem dois tempos e Aguirre pode fazer as modificações que achar necessário durante a partida.

  3. O Shaylon precisa mostrar serviço urgentemente. Acho-o pouco intenso quando precisa ajudar a marcar e quando tenta dar bote sempre acaba fazendo falta. É preciso um trabalho de conscientização dele próprio para resolver o problema, já que ele tem bom passe, bom chute e costuma entrar bastante na área adversária. Espero vê-lo dando boas assistências e marcando gols brevemente. Na fase em que vive como jogador profissional, não pode titubear nas oportunidades que aparecerem, sob pena de sumiço!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*