São Paulo pode receber bolada por negociação de Oscar com chineses

A diretoria do São Paulo está na torcida para que Oscar, do Chelsea, seja transferido ao Shangai SIPG, da China. Por conta do mecanismo de solidariedade da Fifa, o Tricolor, como um dos times formadores do meia, levaria uma boa grana na transferência. Dos R$ 220 milhões que o clube chinês pretende pagar aos ingleses, a equipe do Morumbi teria direito a 2,35%: R$ 5,1 milhões.

Na regra da Fifa, 5% do valor total de qualquer transferência tem de ser dividido entre os clubes formadores. A entidade considera os times que os atletas passaram dos 12 aos 23 anos. Oscar, no caso, chegou ao São Paulo com 13 anos e saiu para o Internacional aos 19. Nas contas feitas pelo Tricolor, portanto, o clube tem de receber 2,35%.

Essa pode ser a terceira vez que Oscar rende um bom dinheiro aos cofres tricolores. À época da transferência para o Internacional, muito embora o jogador tenha entrado na Justiça para deixar o clube de graça, o São Paulo venceu a disputa e recebeu R$ 15 milhões do Colorado. Depois, na ida do meia para o Chelsea, da Inglaterra, o Tricolor recebeu R$ 1,85 milhão.

O valor pago pelos chineses chegaria em boa hora para o São Paulo, já que os tricolores estão com dificuldades para pagar os salários de dezembro, 13º e férias dos atletas. O departamento financeiro do Tricolor já avisou que será necessário recorrer a um empréstimo bancário para quitar essas despesas com o elenco sem atrasos.

Recentemente, o São Paulo também foi beneficiado da transferência do atacante Hulk para o Shangai SIPG (o mesmo time que quer Oscar). Mas uma quantia bem menor: R$ 410 mil.

Como funciona?

O mecanismo de solidariedade da Fifa determina que 5% do valor total das transferências de jogadores seja destinado aos clubes formadores. E como isso funciona? É considerado formador todo clube que esteve com o atleta dos 12 aos 23 anos. O time que ficou com o jogador dos 12 aos 15 anos tem direito a 0,25% do valor total da negociação por temporada. E dos 16 aos 23 anos, o clube tem direito a 0,5% por cada ano.

Caso um jogador tenha ficado apenas alguns meses ou não tenha completado uma temporada no clube, o valor é proporcional ao período que o atletas esteve vinculado.

Fonte: Globo Esporte

Um comentário em “São Paulo pode receber bolada por negociação de Oscar com chineses

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*