São Paulo nos EUA: 9 dias mostram pilares, surpresas e disputas intensas

Nove dias de muito trabalho, dois jogos-treinos, 18 gols marcados e três sofridos. Com metade da pré-temporada realizada, Rogério Ceni começa a dar uma cara de time ao São Paulo que, pelo que foi mostrado até agora, terá um comportamento completamente diferente de 2016.

Já é possível fazer observações sobre alguns atletas que se destacam neste início de ano. Peças certamente titulares, outras que lutam para dar a volta por cima, e ainda prováveis surpresas.

Rogério Ceni não deu maiores pistas da equipe que irá a campo na quinta-feira, na estreia no Torneio da Flórida, contra o River Plate. Mas, certamente, Maicon e Rodrigo Caio estarão entre os titulares. Se o treinador optar pelo esquema 3-4-3, Breno está à frente de Lugano na disputa pela vaga restante.

De volta após ficar praticamente todo o ano de 2016 parado, o Breno tem agradado bastante, mostrado firmeza nos treinamentos e, principalmente, não tem reclamado de nenhum problema físico. Lugano também é alternativa para atuar na sobra.

Nas laterais, com qualidade no apoio, boa finta e eficiência nos cruzamentos, Júnior Tavares, promovido do time sub-20, mostra personalidade e indica que Buffarini, titular do lado esquerdo no início da temporada, não terá facilidade para se manter.

Shaylon São Paulo x Boca Raton (Foto: Rubens Chiri / saopaulofc.net)Shaylon tem três gols e duas assistências em dois jogos-treinos (Foto: Rubens Chiri / saopaulofc.net)

No meio-campo, Thiago Mendes será um dos pilares do esquema do treinador. O volante Araruna se mostra uma opção interessante pela facilidade de conduzir a bola. Procura sempre jogar de maneira vertical, faz longas viradas de jogo e tem pé direito calibrado nos chutes de fora.

A terceira cria da base que brilha em Bradenton é Shaylon. Ele disputaria a Copinha, depois foi convocado para a seleção brasileira sub-20, mas não foi liberado por Rogério Ceni, que o levou aos Estados Unidos. Ele atua com desenvoltura de veterano. Nos dois jogos-treinos, marcou três gols e deu duas assistências. Se continuar assim, Ceni terá de arranjar espaço para o canhoto.

Dois criticados pela torcida também trabalham duro por um 2017 melhor. Wesley tem a versatilidade a seu favor. No primeiro jogo treino, foi lateral-direito. No segundo, atuou bem mais à frente, ora centralizado, ora pela esquerda. Foi um dos destaques na vitória sobre o Boca Raton. Denis tem sido um adversário duríssimo para Sidão que, neste início, deverá ser titular.

No ataque, bom começo para Neilton, que pode ser usado aberto pelos dois lados. Luiz Araújo não está bem, cometendo muitos erros, enquanto Wellington Nem ainda está tímido. No comando do ataque, Chavez e Gilberto protagonizam uma das brigas mais acirradas do elenco. Os dois marcaram gols nos jogos treinos. Restará saber quem Ceni vai escolher.

 

Fonte: Globo Esporte

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*