São Paulo manterá modelo de precificação dinâmica para 2019

Modelo adotado pelo São Paulo desde o segundo semestre do ano passado, a precificação dinâmica dos ingressos para as partidas do Tricolor como mandante será mantida pela diretoria. Na prática, isto significa que o valor das entradas pode sofrer alterações conforme a relevância do adversário, da competição e do horário das partidas da equipe ao longo da temporada.

Na última terça, os sócios-torcedores do clube do Morumbi puderam comprar os ingressos para a estreia do São Paulo no Paulistão, no próximo sábado, contra o Mirassol, no Pacaembu. Os valores variam de R$ 30 a R$ 100, dependendo do setor escolhido, e há a possibilidade de meia-entrada para aqueles que usufruem deste direito. Nesta quarta, a venda foi aberta para os demais são-paulinos interessados em adquirir os bilhetes.

Em duelos mais atrativos, como a partida contra o Talleres, no dia 13 de fevereiro, pela Copa Libertadores, e como o clássico com o Palmeiras (aliás, o único que o Tricolor fará no Morumbi na primeira fase), pela 11ª rodada do Paulistão, os preços serão mais elevados. Por outro lado, em confrontos com uma tendência menor de público, como contra o Guarani, às 21h de uma quinta-feira, o valor cobrado será menor.

Durante a Copa do Mundo do ano passado, a diretoria tricolor contratou um grupo de especialistas para identificar e analisar padrões de sua torcida. Após colher informações sobre os cinco últimos anos e ponderar dados relevantes, como horário dos jogos, clima, relevância do adversário e relevância da competição, o clube entendeu que a precificação dinâmica seria o melhor caminho a ser adotado. Adotando esta prática, comum em diversos outros grandes clubes espalhados pelo mundo, o São Paulo pretende manter sua média de pagantes e, também, de faturamento com a venda dos ingressos.

Embora não tenha conquistado nem uma taça sequer nos últimos seis anos, a torcida se mantém presente e a cada ano que passa registra números mais expressivos. Na temporada passada, quando a equipe deixou a briga pelo título do Brasileirão muito antes do previsto e encerrou a competição com um clima negativo, os tricolores registraram uma média de 29.565 torcedores por partida, a segunda melhor da história do clube. Em 2017, temporada em que o Tricolor brigou contra o rebaixamento, o time jogou para uma média de 34.438 pagantes por partida.

 

Fonte: Lance

2 comentários em “São Paulo manterá modelo de precificação dinâmica para 2019

  1. Não gosto desta forma, pois o que aparentemente diferenciava o SPFC dos demais times com um preço de ingresso mais barato privilegiando os mais pobres, agora os mais pobres vão torcer apenas em jogos sem apelo e sem importância continuando a elitização dos torcedores .
    Mas se tiver na ZR como em 2017 aí tem ingresso até à R$5,00.
    Sou a favor claro de uma possível final ou semi final um aumento substancial talvez, mas em clássicos não.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.