São Paulo faz pacto para “não voltar nunca mais” para zona da degola

A sofrida vitória por 1 a 0 sobre o Sport finalmente tirou o São Paulo da zona de rebaixamento do Campeonato Brasileiro. A meta da equipe, a partir de agora, é se afastar de vez da parte de baixo da tabela. Para isso, um pacto foi feito ainda no gramado do Morumbi, após o confronto do último domingo.

“Tínhamos consciência de que o resultado seria importantíssimo para sair da zona. É como combinamos aqui: sair para não voltar nunca mais”, revelou o goleiro Sidão, decisivo no triunfo tricolor.

Com o resultado, o Tricolor chegou aos 31 pontos, subiu para o 14º lugar e deixou a zona de rebaixamento depois de oito rodadas consecutivas dentro dela. Capitão da equipe, Hernanes está ciente de que o perigo ainda ronda o clube do Morumbi.

“Ainda precisamos de mais uma sequência boa para dar o alívio, temos a tranquilidade para trabalhar até o próximo jogo”, disse o Profeta, referindo-se ao duelo com o Atlético-MG, em 11 de outubro, no Estádio Independência. “O resultado era importante, uma questão de honra, orgulho. E que nos tira, espero, definitivamente do Z4”, acrescentou.

A tão almejada tranquilidade esteve seriamente ameaçada, contudo. Após recuar no segundo tempo, o São Paulo precisou que Sidão realizasse duas grandes defesas aos 49 minutos para sacramentar a vitória diante dos pernambucanos. Um dos líderes do grupo, Petros minimizou a instável atuação da equipe.

“A gente fez bons jogos e não vencemos, então é um pouco relativo. Prefiro sair com a vitória e sofrer até o final. Vamos trabalhar para isso, mas nosso foco principal é sair dessa situação o mais rápido possível”, argumentou o camisa 6.

A demora até o jogo contra o Atlético-MG se deve à paralisação do Brasileiro em função da disputa das Eliminatórias Sul-Americanas para a Copa do Mundo de 2018. Com dois dias de folga para desfrutar, o São Paulo voltará aos treinamentos apenas na tarde desta quarta-feira, no CCT da Barra Funda.

Fonte: Gazeta Esportiva

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*