São Paulo faz acordo com o Audax para ter o goleiro Sidão, do Botafogo

O São Paulo avançou na negociação com o Audax e acertou as condições de compra do goleiro Sidão, emprestado ao Botafogo até dezembro. O Tricolor ouviu pedido para pagar R$ 500 mil, fez uma contraoferta e conseguiu acordo: pagará uma compensação financeira menor e vai incluir três atletas por empréstimo até o Paulistão no negócio. Jogadores que estão retornando de empréstimo ou pouco aproveitados poderão compor a transferência.

O valor considerado baixo pelo titular do Botafogo se deve à proximidade do término do contrato com o Audax, válido até o fim do Paulistão. Sidão poderia assinar um pré-contrato, mas decidiu não fazer isso em conjunto com seu agente Fabio Mello.

Agora, a transferência do jogador de 33 anos dependerá de um acerto do Audax com os atletas do São Paulo, da realização de exames médicos e de definições contratuais entre o goleiro e o Tricolor. Se aprovado, ele poderá assinar vínculo por dois anos.

O empresário do Sidão, Fabio Mello, foi ao Mineirão para ver a final da Copa do Brasil entre Atlético-MG e Grêmio, nesta quarta. O agente trabalha com Victor, goleiro do Galo, e retornará para a capital paulista na próxima semana, quando deverá conversar com o São Paulo para definir a situação. Ainda assim, o clube do Morumbi considera o reforço acertado internamente.

– Está muito bem encaminhado. Até o fim da semana deveremos ter uma conclusão. Houve uma conversa bem adiantada agora no fim da tarde. Queremos estreitar um bom relacionamento com o São Paulo. Somos um clube jovem e isso é mais importante do que dinheiro. Seriam três jogadores e uma compensação financeira. O Leco e o seu Mario (presidentes) conversaram. Fico agora na responsabilidade de conversar com o São Paulo e montar a composição de atletas que devem nos ajudar no Paulista. Ficou acordado que o prazo poderia aumentar e até talvez buscar outros nomes, caso não os atletas não rendam –  disse Nei Teixeira, diretor do Audax, ao GloboEsporte.com.

E o Botafogo? Teixeira respondeu e deixou claro que dificilmente haverá acordo com o clube carioca.

– Com o Botafogo podemos voltar a conversar, mas com o São Paulo está muito bem adiantado. Temos de ouvir o atleta para somar tudo – afirmou.

São Paulo e Audax avançaram as conversas nos últimos dias e chegaram a um acordo entre clubes nesta quarta-feira. O Tricolor debatia nos últimos dias se contrataria ou não um novo goleiro para 2017. A posição hoje tem Denis, Renan Ribeiro e Léo, com contrato perto do fim.

Sidão sempre deixou clara a intenção de ficar no Botafogo, mas se animou com a possibilidade de jogar no São Paulo. Nesta quarta-feira, Mello disse que o atleta se sentia orgulhoso com o interesse do Tricolor paulista.

Se a saída de Sidão for confirmada, o Botafogo ficará sem seus dois goleiros, pois Jefferson fará uma nova cirurgia. Seja qual for a definição adotada, ele deverá atuar até o fim do Brasileirão pelo Glorioso para tentar buscar uma vaga na Libertadores de 2017.

Titular do Botafogo, Sidão é um nome que agrada Rogério Ceni, que já tem acordo encaminhado com o São Paulo, sobretudo pela habilidade de jogar com os pés. Com Denis contestado, a disputa de posição deve aumentar para 2017.

Depois de Wellington Nem, emprestado gratuitamente por um ano, o São Paulo confia ter assegurado Sidão como novo reforço. O Tricolor segue no mercado atrás de um volante, um meia e um centroavante para 2017.

 

Fonte: Globo Esporte

5 comentários em “São Paulo faz acordo com o Audax para ter o goleiro Sidão, do Botafogo

  1. Bom goleiro, põe o denis facil no banco, se tiver chance, pq se tivesse tido chance o e renam tb colocaria o denis no banco facil….. aliás até o maicon colocaria o alencar II no banco

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*