São Paulo e Flamengo empatam no Morumbi

Depois de ficar duas vezes atrás do marcador no confronto no Morumbi, o Flamengo demonstrou sua força e conseguiu o empate, em 2 a 2, com o São Paulo. Apesar do contexto positivo para o Rubro-negro, o placar o deixa mais distante do líder Palmeiras na briga pelo título do Brasileirão. Já o Tricolor chegou ao seu quarto jogo consecutivo sem vitória em casa e se manteve na quarta posição.

Apoiado por mais de 30 mil pessoas que foram ao Morumbi, o São Paulo abriu o placar com Diego Souza, no primeiro tempo, e voltou a ter vantagem no marcador no início da etapa final, após o estreante Helinho marcar um golaço. O Tricolor, no entanto, deu chance para o azar e levou o empate. O Flamengo ainda perdeu duas excelentes oportunidades de trazer a vitória na mala.

O resultado deixa o Flamengo com 60 pontos, seis atrás do Palmeiras, líder do Brasileirão. Já o São Paulo somou seu 57º ponto e agora tem apenas dois de vantagem para o Grêmio, o primeiro fora do G4.

Confira como foi a partida no Morumbi:

Gol e manifestação política
Embora estivesse escalado com dois centroavantes, o sistema ofensivo do São Paulo funcionou bem nos primeiros minutos da partida e não demorou para abrir o marcador. O uruguaio Gonzalo Carneiro iniciou a jogada no lado direito e cruzou para Liziero. O volante errou o domínio, mas a bola sobrou para Diego Souza, completamente livre de marcação, estufar as redes do Morumbi e colocar o Tricolor em vantagem. Na comemoração, o camisa 9 homenageou o presidente eleito Jair Bolsonaro.

Empate relâmpago
A alegria dos são-paulinos durou pouco mais de um minuto. No lance seguinte ao gol do Tricolor, Renê achou Uribe dentro da área e cruzou na medida para o colombiano, no meio de três zagueiros adversários, testar forte no chão e igualar o marcador no Morumbi. Na comemoração, todo o banco do Rubro-negro foi abraçar o atacante.

Estreia
No São Paulo desde os 12 anos, Helinho ganhou a oportunidade de estrear como profissional no intervalo da partida com o Flamengo. O meia-atacante, que mora nas dependências do clube, em Cotia, desde os 14 anos, precisou de apenas quatro minutos para dar seu cartão de visitar. O jogador recebeu a bola na entrada da área, dominou para a perna esquerda e bateu com categoria, sem chances para César.

Chamou para dançar
Já no fim da partida, com o São Paulo praticamente todo recuado, o Flamengo conquistou seu empate no Morumbi. O atacante Helinho deu um belo drible em Bruno Peres e cruzou rasteiro. O goleiro Sidão ainda conseguiu desviar, mas a bola sobrou livre para Rodinei encher o pé e decretar o resultado da partida.

Poderia ter vencido 
Mais perigoso durante toda a partida, o Flamengo poderia muito bem ter vencido a partida no Morumbi. No primeiro tempo, sem goleiro, o colombiano Uribe chutou praticamente dentro da pequena área, mas errou o alvo. No fim da partida, quase no último lance, Vitinho recebeu bola açucarada e a isolou.

FICHA TÉCNICA
SÃO PAULO 2 X 2 FLAMENGO
Local: Morumbi, São Paulo (SP)
Data-Hora: 4/11/2018 – 17h
Árbitro: Wilton Pereira Sampaio (Fifa/GO)
Auxiliares: Fabricio Vilarinho da Silva (Fifa/GO) e Bruno Raphael Pires (Fifa/GO)
Público/renda: 32.612 pagantes/R$ 1.109.117,00
Cartões amarelos: Liziero e Reinaldo (SAO), Lucas Paquetá (FLA)
Cartões vermelhos: –
Gols: Diego Souza (8’/1ºT) (1-0), Uribe (9’/1ºT) (1-1), Helinho (5’/2ºT) (2-1), Rodinei (36’/2ºT) (2-2),

SÃO PAULO: Sidão; Arboleda, Bruno Alves e Anderson Martins (Helinho, no intervalo); Bruno Peres, Luan (Araruna, aos 28’/2ºT), Jucilei, Liziero e Reinaldo; Diego Souza e Carneiro (Edimar, aos 22’/2ºT). Técnico: Diego Aguirre.

FLAMENGO: César; Pará (Rodinei, aos 31’/2ºT), Léo Duarte, Réver e Renê; Cuéllar (Diego, aos 14’/2ºT), Willian Arão e Lucas Paquetá; Éverton Ribeiro (Geuvânio, aos 14’/2ºT), Vitinho e Uribe. Técnico: Dorival Júnior.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*