São Paulo define venda de Maicon e anúncio só depende de burocracia

Apenas questões burocráticas ainda mantêm Maicon por alguns dias como jogador do São Paulo. O Tricolor definiu os últimos detalhes da venda do zagueiro ao Galatasaray, da Turquia, em negociação que pode render até 8 milhões de euros (quase R$ 30 milhões).

Foram definidas as formas de pagamento, ainda mantidas sob sigilo, e está previsto que o jogador embarque em breve para assinar contrato de cinco anos com seu novo clube. As conversas já estavam adiantadas desde o início da semana e, por isso, ele nem viajou com o time para enfrentar o Atlético-PR, nessa quarta-feira.

O Galatasaray resolveu abrir os cofres para a próxima temporada e tem Maicon como primeiro grande reforço. Os turcos pagarão 7 milhões de euros (R$ 26 milhões) e, com base no desempenho do zagueiro, podem acrescentar 1 milhão de euros (R$ 3,7 milhões) à transação.

No Instagram, Maicon publicou na tarde desta quinta-feira uma foto ao lado de seus representantes, entre eles o empresário Carlos Leite. Escreveu em inglês que estava “almoçando com meu agente, acertando os últimos detalhes”.

O São Paulo considera que lucrou com a negociação, já que, há um ano pagou 6 milhões de euros (R$ 22 milhões na época) para comprá-lo do Porto e acertar contrato com ele até 2020. Mas, no acordo, cedeu também 50% dos direitos econômicos dos garotos Luizão e Inácio, e na Europa se avalia que essas porcentagens de cada um deles valem 3 milhões de euros. Por isso, a imprensa turca divulga que o Galatasaray comprou por 8 milhões de euros um jogador de 12 milhões de euros.

Independentemente das questões econômicas, o diretor de futebol do São Paulo, Vinicius Pinotti, informou que o próprio Maicon lhe disse que queria voltar a jogar na Europa. Por isso, como o Galatasaray fez uma oferta considerada vantajosa, a negociação se concretizou rapidamente – até o último domingo, Maicon era titular com Rogério Ceni.

Maicon ficou um ano e meio no São Paulo. Foi emprestado pelo Porto, no começo de 2016, e destacou-se na Libertadores, virando goleiro contra o boliviano The Strongest na fase de grupos e fazendo o gol da classificação contra o Atlético-MG, nas quartas de final. Tornou-se “God of zaga” para a torcida, motivando o clube a comprá-lo. Mas, logo na ida da semifinal, foi expulso e o time perdeu do Atlético Nacional, da Colômbia, no Morumbi.

O zagueiro vinha sendo capitão da equipe até Rogério Ceni decidir que Lucas Pratto assumiria a função no Campeonato Brasileiro. Maicon atuou 74 partidas pelo Tricolor, com cinco gols. Neste ano, foram 23 jogos e um gol, no empate por 1 a 1 diante do Corinthians, na primeira fase do Campeonato Paulista, no Morumbi.

Para a sua posição, o São Paulo, que busca um clube para Lucão, já acertou com o equatoriano Robert Arboleda, vindo do Universidad Católica de Quito por aproximadamente US$ 2 milhões (cerca de R$ 6,5 milhões) e tenta o empréstimo de Aderlan Santos, do Valencia, da Espanha. Além de negociar a renovação de Lugano.

Fonte: Lance

7 comentários em “São Paulo define venda de Maicon e anúncio só depende de burocracia

  1. Falta à diretoria são-paulina ser menos subserviente à opinião de torcedores no momento de contratações. Muita grana teria sido economizada com um pouco de bom senso dos torcedores e personalidade de diretores. Na época da compra desse jogador, afirmei que a troca pura e simples, sem volta de grana, com o Ignácio, estaria de bom tamanho porque, na época, precisávamos mais do zagueiro que do lateral. Aí, com toda a paixão dos torcedores ameaçando aqueles pamonhas, deu no que deu…

  2. Rogerio não gostava do Maicon, liderança negativa, tanto que tirou a braçadeira de capitão dele… Ano passado enterrou o SP na final da libertadores. E esse ano só fez cagada… duas derrotas nas costas dele.
    Não foi pro banco pra não desvalorizar, e conseguimos vender bem. Da pra trazer 4 zagueiros bons com essa grana…

  3. Maicon é moça se alugava tanto agora não têm peito pra encara a realidade e da a volta por cima…tchau Maicon tchau lucas….tchau Wesley. tchau Bruno tchau Douglas tchau W.Nem..infelizmente tchau Rogério Ceni….bem vindo Muricy

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*