São Paulo consulta Corinthians por Lucca para ceder Hudson ao Cruzeiro

A negociação entre São Paulo e Cruzeiro pelo volante Hudson ganhou uma “participação especial” de peso: o Corinthians. É que em novo encontro, o diretor de futebol Marcelo Djian ofereceu ao presidente Carlos Augusto de Barros e Silva 40% dos direitos econômicos do atacante Lucca (25% que pertencem ao Cruzeiro + 15% do Criciúma, que o clube mineiro adquiriria num acordo).

Lucca fez bom Brasileiro pela Ponte Preta (Foto: Raul Sauan/ PontePress)

Lucca fez bom Brasileiro pela Ponte Preta (Foto: Raul Sauan/ PontePress)

É complicado, mas vamos simplificar:

  1. Lucca disputou o último Brasileirão pela Ponte Preta, emprestado pelo Corinthians, que detém 60% de seus direitos econômicos.
  2. Cruzeiro tem 25% dos direitos, e diz possuir gatilhos para adquirir outros 15% que pertecem ao Criciúma.
  3. Cruzeiro ofereceu ao São Paulo 40% (25% + 15%) dos direitos de Lucca, além de 400 mil euros (R$ 1,5 milhão), para ter em definitivo o volante Hudson, emprestado pelo Tricolor à Raposa em 2017. O São Paulo tenta aumentar a parte financeira.

O valor estipulado para vender Hudson é 1,5 milhão de euros (aproximadamente R$ 5,8 milhões). O Cruzeiro pedia desconto, e o São Paulo não estava disposto a ceder. Agora, o negócio passa a depender de um acordo com o Corinthians para se concretizar. Cruzeiro e Hudson já se acertaram com um contrato de três anos.

No Brasileirão, Lucca, de 27 anos, fez 13 gols pela Ponte Preta, que foi rebaixada

Se o São Paulo conseguir usar o dinheiro que viria do Cruzeiro para comprar os 60% que o Corinthians tem de Lucca, provavelmente aceitará a proposta que vem de Belo Horizonte. Na prática, seria trocar Hudson por Lucca. Leco e Roberto de Andrade já conversam sobre o assunto.

Antes, o Tricolor paulista chegou a pedir o volante Ariel Cabral e o atacante Alisson na negociação por Hudson. Não evoluiu.

Nesse novo encontro, Djian voltou a consultar Leco sobre a possibilidade de contratar Lucas Pratto. A resposta foi a mesma: zero.

Fonte: Globo Esporte

14 comentários em “São Paulo consulta Corinthians por Lucca para ceder Hudson ao Cruzeiro

  1. Jogador mediano e pouco comprometido… nunca se firmou em time grande pq taticamente é muito fraco…

    Prefiro pegar a grana e usar pra trazer um lateral direito…

  2. Honestamente eu tb acho que vale a troca. O Lucca eu acompanhava da época do Criciuma na série B. teve um ano que ele jogou muito, até um dia falei p um amigo, esse cara seria uma boa no nosso Tricolor. Passado um tempo, se estiver errado alguém me corrija, ele foi contratado pelas gaivotas, (não vingou esse é o maior medo) e depois emprestado ao Cruzeiro, no Cruzeiro sofreu uma lesão (acho q foi joelho) e ficou muito tempo parado, retornou, acho que também não vingou e foi emprestado a Ponte. E claro que temos jogadores da base, etc… pode ser que vestindo o manto Tricolor vire um Neilton (também não vingue), etc… mas ainda assim acho que vale a troca. Desculpem, não gosto do Hudson, não acho tudo isso tb. Ou então, como um dos amigos citou acima. Paguem o que queremos e terão o jogador.

  3. Eu não sei o que veem nesse jogadorzinho…

    Ou o Cruzeiro paga, ou deixa o Hudson no elenco… ou negocia com outro clube, ele está “valorizado”!!!

  4. O Zanqueta publicou que o Leco está retomando esta negociação. Isto mostra que o Raí não terá independência para desenvolver o trabalho.

    Paulo Pontes, aquele belo texto da semana passada em que você enfatizou que a esmagadora maioria da torcida queria o Pinotti fora, mas esqueceu de mencionar que a torcida também quer o Leco fora, e que a escolha do Raí era excelente, você acertou, a escolha do Raí já está sendo um excelente escudo para o Leco.

    • Cara, não confia muito no que o Zanqueta fala não, ele é um crítico político ferrenho, não digo que ele inventa coisas, mas ele aumeeeenta pra caramba, tudo que ele puder escrever para prejudicar a imagem do Leco (se é que é possível prejudicar mais), ele escreverá. Em lugar nenhum foi divulgado que quem está a frente disso é o Leco, só se falou em São Paulo, talvez tenha sido até um pedido do dorival e quem esteja a frente da negociação seja o tal advogado que dizem que vai auxiliar o raí nas negociações. Tudo que o Zanqueta escrever falando sobre o Leco, é bom procurar mais informações a respeito em outro lugar.

      • Mas ele replicou essa mesma notícia do Globo Esporte lá, onde está escrito “É que em novo encontro, o diretor de futebol Marcelo Djian ofereceu ao presidente Carlos Augusto de Barros e Silva…” e não “É que em novo encontro, o diretor de futebol Marcelo Djian ofereceu ao Raí…”, logo dá a entender que quem está negociando é o Leco.

        • Eu não sei mesmo como está essa dinâmica de negociações, eu sigo um milhão de setoristas do tricolor e outros jornalistas, não me lembro qual deles postou que o Raí não se envolveria, pelo menos agora, diretamente nas negociações, participaria do planejamento, mas quem negociaria diretamente seria o advogado de sobrenome Pássaro (me esqueci o primeiro nome dele). Nem acho também que o Raí faria esse papel de sentar e negociar valores, precisa pegar um pouco mais de experiência, planejamento sim, ele tem todo o gabarito para fazer, eu fiquei até mais tranquilo quando li sobre isso, o Raí indicar, e outra pessoa com mais capacidade e conhecimento negociar (que não seja o Leco) creio que seja um fluxo mais interessante.

          • Sim, é até bom que o Raí não esteja diretamente na negociação porque ele pode analisar um pouco melhor estando “de fora”, como por exemplo foi o caso da compra do goleiro Jean, qualquer um podia ver que o São Paulo iria pagar muito caro por um goleiro que ainda não mostrou grande coisa na carreira. Se agora o Bahia quer mais dinheiro, que fiquem com ele, pois agora precisamos de um cara pra chegar e jogar, não de outra “experiência” como foi Denis e Renan Ribeiro.

  5. Se com esses 400 mil euros o São Paulo conseguir comprar mais 10% da parte dos travecos, ficar com 50% e conseguir os direitos federativos do atleta é um bom negócio. O luca vale pelo menos 10 milhões de reais. O que não dá é pegar a parte do cruzeiro e não conseguir os direitos federativos do jogador, aí não adianta porcaria nenhuma. Acho difícil a travecada querer fazer negócio, ainda mais depois do episódio Jr. Tavares, mas vamos ver.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*