São Paulo confirma que acordo com a Penalty será fechado semana que vem

O São Paulo está próximo de trocar sua fornecedora de material esportivo. O vice-presidente de marketing do Tricolor, Julio Casares, admitiu que as negociações com a Penalty estão encaminhadas e que o acordo pode ser fechado na semana que vem.

Casares revelou ainda que o clube já conversou com outras empresas, que não estão mais em pauta. “Não assinamos nada ainda, mas está encaminhado. Não sabemos sobre tempo de contrato. Na semana que vem podemos ter uma definição “, disse o dirigente.

O clube tem acordo com a Reebok até 31 de dezembro deste ano. Dessa forma, a  Penalty estamparia sua marca nos uniformes a partir do ano que vem.

Se o acordo se confirmar, o clube colocará fim a uma história de seis anos com a Reebok. A parceria foi firmada em 2006 e, em 2009, foi prorrogada por três anos.

O contrato previa o fornecimento de material esportivo para jogos, treinos e viagens, além de royalties, luvas e prêmios. A parceria também era responsável pela Reebok Concept, no Estádio do Morumbi, e a SAO Store, rede de lojas do São Paulo em shoppings da capital.

 

Fonte: Uol

15 comentários em “São Paulo confirma que acordo com a Penalty será fechado semana que vem

  1. GENTE SOU SÃOPAULINO FANÁTICO DESDE CRIANÇA, SEMPRE SONHEI VER O SÃO PAULO COM UMA CAMISA LINDA….
    TENHO MAIS DE 30 CAMISETAS OFICIAIS, SE O SÃO PAULO FECHAR COM A PENALTY NUNCA MAIS COMPRO UMA CAMISA DO SÃO PAULO.
    VERGONHA, O SÃO PAULO É GRANDE DEMAIS, PRECISAMOS DE MARCA DE PESO, PARA VENDER CAMISAS, OS TORCEDORES TER PRAZER EM VESTIR O MANTO SAGRADO, NÓS TORCEDORES TEMOS QUE BOICOTAR SIM, POIS SOMOS NÓS QUE PAGAMOS AS CONTAS, SEM A GENTE? O CLUBE NÃO TEM FONTE DE RENDA, MARKETING SEM TORCIDA NÃO EXISTE.
    ENTE NÃO PODEMOS ACEITAR PENALTY COMO PATROCINADORA DO SÃO PAULO, A NÃO SER QUE SEJA 50 MILHÕES POR ANO.
    AÍ É OUTRA COISA, A GLOBO DIVULGOU 13 MILHÕES…VERGONHA….LIXO DE PATROCÍNIO.

  2. QUE DIFERENÇA FAZ SER PATROCINADO POR A OU B? O QUE IMPORTA É QUANTO VÃO PAGAR AO SÃO PAULO.
    NÃO ENTENDO ESSA TORCIDA, QUER TAL PATROCINADOR, COMO SE PUDESSE ESCOLHER. QUEM NÃO ESTIVER CONTENTE, QUE SE TORNE SÓCIO DO SÃO PAULO, UM DIA VIRE DIRETOR E AÍ VAI VER QUE A COISA É UM POUCO DIFERENTE, NÃO É COMO PENSAM. A TORCIDA TEM QUE TORCER E PARAR DE PENSAR NAQUILO QUE NÃO TEM INGERÊNCIA, A TORCIDA TEM QUE IR AO ESTÁDIO E TORCER E PARAR DE DAR PALPITES AONDE NÃO TEM INFLIÊNCIA.

    • É… amigo, é por causa pensamento desse tipo, que vemos clubes brasileiros afundando em crises, claro que nós torcedores temos que exigir sim dos clubes, afinal de contas somos nós quem pagamos a conta final! Lembra das “Loterias da Caixa” que foi uma maneira que o Governo Federal, arrumou para que os clubes brasileiros sanassem as suas dívidas? Então meu amigo, que papo é esse de deixar o dirigente agir como bem entende e nós torcedores ficarmos calados? Afinal não estamos numa democracia? O S.P.F.C não é de A ou B mas sim de uma nação com quase 20 milhões de torcedores! Fika a dika!

  3. Boa Noite. A nova marca não era a esperada, mas, pq não pensar que está surgindo um material de qualidade, cabe ao São Paulo FC cobrar no contrato qualidade e inovação nos produtos da Penalty, é uma chance da Penalty se firmar no mercado esportivo como forte, vejam só a Olympikus , marca Brasileira e que melhorou em muito a qualidade e o designer de seus produtos, inclusive no futebol.
    A Penlaty tem condições de elaborar produtos de altíssima qualidade, pois, terá investimento forte somente no São Paulo, é o foco maior tem maior visibilidade e retorno garantido, vejam os uniformes da Penalty até o uniforme do Mundial de 2005 , a qualidade e a estampa foi totalmente bem elaborada, um desenho limpo ,na minha opinião a mais bonita que já vi do São Paulo.
    Abraços.

    • Desculpe, em 2005 o São Paulo era patrocinado pela Topper. Topper = Alpargatas, a mesma que fabrica Mizuno, no Brasil. A Penalty é marca da empresa Cambuci. Por mais que a Cambuci tenha crescido nos últimos anos, não há como comparar o acesso à tecnologia e recursos financeira dela com a Alapargatas.

      • Bom, peço desculpas pela desatenção no comentário, mas, acredito sim que haja condições da Penalty elaborar produtos de qualidade sim, pode não haver o recurso financeiro da Alpargatas, a Penalty está usando uma estratégia de fornecer para mais um grande time do futebol Brasileiro, e por se tratar do São Paulo será o de maior visibilidade. Novamente , cabe ao São Paulo cobrar qualidade nos produtos, agora boicotar produtos do Penalty, acho muito radical.
        Abçs.

  4. Claro, vamos boicotar as outras e comprar o que? Penalty??? Nem rola, péssimos produtos!!! Até o Botafogo tem uma empresa decente…. Assine por um ano então, três anos com uma marca parada no tempo, esse Juvenal gosta de fazer m…

    • Leia o coment sobre ‘boicotar’ até o final. Falei em MIZUNO e ASICS que não estão ligadas a clubes de futebol e são excelentes marcas que não pertencem a nenhuma dessas outras empresas.
      O que não dá ó são paulino ser trouxa e ficar andando de Nike e Adidas que não querem patrocinar o time dele, por causa da exclusividade que assinaram com outros clubes.
      A opção do São Paulo pela Penalty realmente foi a pior de todas.

  5. Oque o Clube e a nova Patrocinadora tem que entender daqui pra frente é que o torcedor não busca comprar apenas mais uma camisa ou mais uma peça de roupa. O torcedor busca um material que seja bonito, confortável e que possa ser usada em todas as ocasiões, não só para sair a rua ou ir aos estádios. Por isso que o torcedor brasileiro opta tanto por camisas de times internacionais, pois além de serem uniformes mais ousados, buscam aliar modernidade com estilo fashion. Pense nisso Júlio Casares, ou então vou ficar mais 3 anos sem comprar uma camisa do S.P.F.C.

    • Gilson, desculpe, mas a Reebock fez um número infindável de camisas para todos os gostos. Concordo com você que novidades devam surgir, mas em hipótese alguma vou concordar, se for essa a intenção, com uma possível nova camisa para o time. Nós conseguimos manter a tradição do nosso manto sagrado, enquanto outros fizeram camisa risca texto, camisa roxa, camisa azul, que nada tem a ver com a origem e a tradição dos respectivos clubes. Então o São Paulo deverá sempre manter seus dois uniformes que são tradicionais e maravilhosos. São nossos mantos sagrados.

      • Eu admiro e concordo em tese com o amigo. Quando falava a respeito do uniforme não me referia respectivamente a tradição mas sim da qualidade! Acho que o São Paulo poderia criar uma camisa muito bonita e com design fashion sem mudar a tradição! Afinal, o patrocinador de camisas busca vender e expor o material e nós torcedores, buscamos aliar esportividade com conforto moderno, buscando unir o útil ao agradável. Então!? Vamos pensar um pouquinho mais com carinho nessa pedida dos torcedores! Ainda existem excelentes marcas no mercado, não busquem apenas ver o lado do Clube mas busquem pensar um “poquito” em nós também! Valeu Paulo? Abraço!

  6. Paulo Pontes, boa noite!
    Conforme eu previa e contei a você há alguns dias o que eu sabia e achava, tudo caminha para a Penalty como fornecedora de material esportivo do São Paulo.
    Como esse mercado é muito concentrado, a participação da Mizuno, para mim, foi mais para tentar tirar alguns trocados a mais da Penalty. Já que sobrava só mesmo a Penalty disponível para patrocinar o São Paulo.
    Agora, cabe a torcida do São Paulo CRIAR VERGONHA NA CARA e começar a BOICOTAR produtos de marcas dos concorrentes, já que essas marcas supostamente possuem cláusulas de exclusividade com os clubes do Estado e que por isso não poderiam patrocinar o São Paulo.
    Ora, se eles não podem fornecer para o São Paulo, por que a torcida são paulina vai usar produtos da Nike e Adidas?
    Sugestão usem Mizuno, Asics que não estão ligadas a clubes de futebol e são marcas que não pertencem a nenhuma dessas outras empresas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*