São Paulo cogitou Henrique para zaga, mas polêmica impediu

Fechada a janela de transferências para clubes franceses, o São Paulo tenta a última cartada para contar com o zagueiro Doria, do Olympique de Marselha (FRA). Nas últimas semanas, o clube do Morumbi estudou opções como plano B para a posição: uma delas foi a do zagueiro Henrique, ex-Palmeiras e atualmente no Napoli (ITA). As polêmicas que cercaram o mercado da bola, com os chamados “chapéus”, atrapalharam as conversas.

O UOL Esporte ouviu de diversas pessoas ligadas ao São Paulo que o nome de Henrique foi discutido pela diretoria, que gosta do jogador. Um primeiro contato até chegou a acontecer, mas não progrediu: o Cruzeiro mantinha conversas mais avançadas.

A cúpula são-paulina, então, preferiu tirar o pé: o fato de ter defendido o rival, com o qual o São Paulo tem péssima relação – disputou vários reforços neste começo de temporada (levou a melhor com Thiago Mendes, mas perdeu Dudu) e até um patrocínio da Crefisa – e de ter conversas avançadas com outro clube brasileiro pesou.

A decisão foi por não alimentar novos casos de negociações atravessadas e chapéus. Pesou, também, os valores envolvidos em uma negociação, altos (o Napoli não tem interesse em liberar o zagueiro).

Nesta última segunda-feira, o Napoli deixou claro que quer manter Henrique. Embora não seja titular, é considerado peça importante por Rafa Benítez , técnico do clube italiano.

O São Paulo agora aguarda uma resposta do Olympique sobre Doria. A liberação do clube francês é o último passo para que o São Paulo feche seu elenco para 2015.

 

Fonte: Uol

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*