São Paulo busca virada sobre o Lanús e vai à final da Libertadores Sub-20

O time sub-20 do São Paulo alcançou a quarta final em cinco torneios disputados em menos de um ano – foi campeão nas últimas três. Na noite desta quinta-feira, o Tricolor buscou virada diante do Lanús (ARG) por 3 a 2 e garantiu vaga na final da terceira edição Copa Libertadores da América da categoria. O rival na decisão será o Liverpool (URU), que passou pelo Cortuluá (COL) nos pênaltis após empate sem gols no tempo normal.

A partida disputada em Assunção (PAR), sede do torneio organizado pela Conmebol, começou com domínio argentino. E logo aos nove minutos o Lanús conseguiu transformar a superioridade técnica em gol: Cristian Ramírez apareceu nas costas de Kal e abriu o placar. Depois, já aos 20, foi a vez de Gabriel Ramírez se antecipar à zaga tricolor e ampliar a vantagem.

O sufoco são-paulino só foi aliviado aos 35 minutos, quando Luiz Araújo arrancou do meio para a ponta esquerda e resolveu arriscar do bico da área. O chute do atacante saiu forte, mas contou com colaboração do goleiro Alan González para descontar. Para melhorar a situação do Tricolor Paulista, Maciel recebeu o segundo cartão amarelo no jogo e acabou expulso.

Já nos acréscimos da etapa inicial, o São Paulo conseguiu o improvável e empatou: David Neres recebeu lindo passe em profundidade de Lucas Fernandes, driblou o goleiro e empurrou para o gol vazio. Na volta do intervalo, os brasileiros tentaram pressionar o Lanús e foram premiados com o gol da virada aos quatro minutos em desvio de Pedro após cruzamento de Artur.

A campanha até a final, um feito inédito para brasileiros, começou com empate em 1 a 1 diante do anfitrião Libertad (PAR), passou pela goleada por 8 a 0 sobre o Independiente del Valle (EQU) e terminou, na fase de grupos, com 3 a 0 sobre o Melgar (PER). Agora, o São Paulo terá três dias para descansar da virada por 3 a 2 sobre o Lanús para pegar o Liverpool na decisão de domingo, às 21h15.

3 comentários em “São Paulo busca virada sobre o Lanús e vai à final da Libertadores Sub-20

  1. Cara: tremi no início! A garotada entrou “estranha”; os melhores jogadores não apareciam e, quando apareciam era para fazer caca. Logo aos 15 segundos o Inácio repetiu o mesmo erro do primeiro gol do Flamengo na copinha, e vimos o atacante argentino perder o gol na cara do Lucas. Banguelê perdidinho em campo. Todos pareciam muito assustados. Depois do segundo gol e da parada para hidratação, o time voltou mais relaxado e começaram a jogar. Daí pra frente só deu o tricolorzinho. E esse David Neres precisa ser muito bem cuidado. Acho ele muito melhor do que o Lucas que foi o maior sucesso. Ele é muito mais completo. Como o outro, também é veloz; dribla bem mas, muito melhor: é artilheiro. Espero que vingue…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*