São Paulo avisa que primeira proposta por Ganso foi também a última

O São Paulo não desistiu de contratar Paulo Henrique Ganso, mas já avisou: não vai modificar a proposta enviada ao Santos. A esperança é de que o clube praiano, que já a recusou oficialmente, se convença de que não vale a pena manter o meia descontente na Vila Belmiro.

“Nossa proposta está mantida, de pé. É óbvio que cabe ao Santos aceitá-la ou não. Foi uma proposta oficial, a primeira e última, definitiva. Não temos interesse em modificá-la, não vamos fazer outros movimentos até para não sermos deselegantes”, disse o vice-presidente defutebol, João Paulo de Jesus Lopes, neste domingo.

A oferta foi pelos 45% dos direitos econômicos que pertencem ao Santos – o restante é de propriedade do Grupo DIS. O São Paulo não revelou o valor, porém ela seria de R$ 10,7 milhões, bem menor do que o proporcional pela multa contratual para times brasileiros, o qual seria de R$ 23,8 milhões (45% do total de R$ 53 mi).

A partir de fevereiro do ano que vem, a multa pelo total dos direitos cai para R$ 35 milhões, o que poderia facilitar negócio. Segundo Jesus Lopes, caso não haja acerto nesta temporada, outras investidas só poderão ser analisadas lá na frente.

“Se nossa questão fosse de ordem financeira, teríamos aguardado um momento mais conveniente. Mas o São Paulo avalia que o melhor momento seria agora em função de poder utilizá-lo (ainda neste ano). Outros momentos serão analisados futuramente”, justificou o dirigente são-paulino.

Recentemente, o clube do Morumbi recebeu R$ 18 milhões por Oscar (R$ 15 mi pela multa paga pelo Internacional mais os direitos pela negociação do jogador com o Chelsea) e R$ 81 milhões com a venda de Lucas para o Paris Saint-Germain – o meia-atacante se apresenta em janeiro.

Ganso disputou quatro partidas com a camisa do Santos no Campeonato Brasileiro. Se fizer mais três, fica impossibilitado de defender outra equipe na atual edição da competição.

Fonte: Gazeta Esportiva

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*