São Paulo absorve críticas para combater oscilação no Brasileiro

Há pouco tempo o São Paulo sofria com as vaias vindas das arquibancadas e a incerteza com relação ao futuro de Juan Carlos Osorio no comando técnico do time. Com a melhora no desempenho nas últimas rodadas e a vaga no G4 do Campeonato Brasileiro – alcançada após a vitória por 2 a 0 sobre o Inter, no último sábado –, o ânimo no Morumbi mudou para melhor. Mas as críticas recebidas durante boa parte deste segundo semestre não foram totalmente esquecidas pelos jogadores do Tricolor.

O lateral direito Bruno reconheceu que o São Paulo tem oscilado entre bons e maus momentos na temporada e precisa encontrar uma regularidade para não deixar mais a zona classificatória para a Copa Libertadores. Segundo o jogador, o elenco tem absorvido as críticas para aprimorar seu rendimento na competição nacional. “A gente tem que trabalhar forte. As críticas vêm para nos fortalecer e nós podemos desempenhar um papel melhor. Estamos no G4, mas tem um pessoal que está encostando. Precisamos pontuar bastante para nos distanciar”, disse.

Bruno acredita que o São Paulo deve se preparar para uma acirrada disputa pelo G4. Apenas sete pontos separam o clube paulista do Inter, que está na 11ª posição e pode ser considerado o último time a integrar o bolo que luta para alcançar as primeiras posições da tabela. “A briga pelo G4 é muito intensa e só se resolverá nas últimas rodadas. É um campeonato difícil e quem vacilar pode perder seu lugar. Temos que pensar que cada dia é uma final diferente”, afirmou.

Se a classificação à Libertadores é um objetivo concreto para o São Paulo, a disputa pelo título se tornou mais difícil com a arrancada do Corinthians nas últimas rodadas. O primeiro colocado já soma 50 pontos, 12 a mais do que o Tricolor, e desponta como favorito à conquista. Bruno, no entanto, diz que não desistirá do troféu enquanto houver chances matemáticas de alcançar o rival. “Não podemos jogar a toalha, não. Temos que dar um passo de cada vez para, quem sabe, surpreender a todos no final”, declarou.

 

Fonte: Gazeta Esportiva

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*