São-paulinos reclamam de árbitro após empate com o Internacional

A arbitragem de Ricardo Marques Ribeiro desagradou tanto os jogadores do São Paulo quanto os do Internacional no empate por 1 a 1 nesta quarta-feira, no estádio do Morumbi. Ambas as equipes reclamaram de supostos pênaltis não marcados pelo juiz: pelo lado Tricolor, no fim do primeiro tempo, sobre Maicon. Para os colorados, no último lance do jogo, em cima de Fabrício. O capitão são-paulino,Rogério Ceni, saiu do gramado revoltado e pouco falou.

– Jogamos bem, tivemos a posse de bola e controlamos o jogo, independente de o Inter estar com dez jogadores. A arbitragem não foi feliz – analisou.

Questionado sobre o quanto lamentaria o tropeço em casa, o goleiro foi enfático, criticando mais uma vez o juiz.

– Vou lamentar tanto quanto ter esse árbitro aqui.

Além das possíveis penalidades, o árbitro mineiro inverteu algumas faltas, prejudicando o andamento do jogo. O cartão vermelho para o meia D’Alessandro, aos 27 minutos do segundo tempo, foi considerado um exagero pelos jogadores do Internacional. Após advertir o argentino por reclamação na primeira etapa, Ricardo Marques Ribeiro o expulsou por simulação.

Principal responsável pelas assistências ao ataque do São Paulo na temporada, Jadsontambém não quis comentar o resultado em casa. O meia acredita que a arbitragem acabou criando um “equilíbrio” de erros, compensando no Inter o que já havia feito com os donos da casa.

– Da mesma forma que ele não deu o pênalti em cima do Maicon, não deu esse no final também – disse, referindo-se ao polêmico lance com Fabrício, derrubado pelo atacante Willian José dentro da área.

Quinto colocado do Campeonato Brasileiro, com 35 pontos, o Tricolor desperdiçou novamente a oportunidade de encostar no G-4, já que o Vasco, na quarta colocação, apenas empatou com o Náutico no Recife. No próximo domingo, a equipe faz o clássico com o Santos, às 16h, no estádio da Vila Belmiro. A sequência é considerada fundamental pelo elenco, já que na quarta-feira seguinte o adversário é ninguém menos que o líder Atlético-MG.

Fonte: Globo Esporte

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*