São-paulinos dizem que arbitragem teve papel fundamental na derrota

Os jogadores do São Paulo reclamaram do cansaço de vários jogos seguidos, mas também apontaram erros da arbitragem como responsáveis pela derrota para o Atlético Nacional (1 a 0), na Colômbia. Os são-paulinos dizem que no primeiro tempo, o juiz uruguaio inverteu um lateral para os colombianos. Depois da cobrança, o Atlético Nacional chegou ao gol da vitória.

“O árbitro reverteu quatro ou cinco laterais nossos e um deles foi gol”, disse o zagueiro Rafael Toloi após a partida.

No lance em questão, Kaká chutou a bola na perna de um adversário e ela saiu pela linha de lado. Apesar disso, o lateral foi dado para os colombianos, e Kaká acabou recebendo cartão amarelo por reclamar “A gente devia ter trabalhado melhor a bola, mas dentro de casa a gente vai contar com nossos torcedores para reverter isso”, disse Toloi.O time precisará vencer por dois gols de diferença para chegar à final.

“O juiz não expulsou o goleiro [do Atlético], se expulsa seria outro jogo”, disse Ganso sobre um lance em que o jogador colombiano acertou as pernas de Alan Kardec, que ia em direção ao gol. Na jogada, o árbitro não marcou sequer falta. Kardec precisou ser substituído na partida.

Já o goleiro Rogério Ceni, que também reclamou dos erros da arbitragem, escolheu o cansaço da equipe como o principal responsável pelo desempenho abaixo da média nesta quarta-feira.

“É um time que chegou no seu limite, no limite do que pode dar”, disse o capitão. “A gente sá tem a enaltecer a atuação desses jogadores, jogando todo fim e meio de semana. O time tende a cair um pouquinho mesmo e agora chega a uma encruzilhada na qual temos que tomar uma decisão”, afirmou ele, em relação a fato de que a equipe está se dividindo entre a Sul-Americana e o Campeonato Brasileiro.

A declaração dá a entender que o time titular será poupado no clássico contra o Santos em Cuiabá, no próximo domingo.

 

Fonte: Uol

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*