São Paulo já fala em processar Penalty por “aposentar” Rogério Ceni

Diretores do São Paulo já falam em entrar na Justiça contra a Penalty, sua fornecedora de material esportivo desde 2013, que na quarta-feira convidou a imprensa a um evento de “despedida de Rogério Ceni”. Tanto o clube quanto o jogador reagiram de maneira indignada ao que consideraram “um erro grotesco” da empresa.

De acordo com o clube, o evento anunciado deveria ser apenas o lançamento de uma camisa comemorativa ao fim da carreira do goleiro, o que já estava acertado há um mês.

Mas, no texto do convite, o marketing da Penalty informou que o goleiro confirmaria no evento sua aposentadoria, o que ele vem evitando fazer enquanto o time ainda disputa partidas importantes.

Indignado, o departamento jurídico tricolor estuda as possibilidades de ação contra a empresa e não descarta abrir um processo judicial. A diretoria vê que o contrato de patrocínio foi desrespeitado pela precipitação da empresa.

“Eu me junto à indignação de outros diretores no sentido de repudiar a atitude da empresa. Já estamos estudando como agir juridicamente a partir de agora para evitar que atos assim voltem a acontecer”, afirmou o diretor jurídico do São Paulo, Leonardo Serafim dos Anjos.

O motivo da indignação da diretoria foi a criação de um “fato novo” no dia de decisão para o time na temporada. Horas depois do anúncio da Penalty, o São Paulo enfrentaria o Atlético Nacional pela semifinal da Copa Sul-Americana. O time acabou perdendo, apesar de Rogério ter feito defesas importantes.

 

Fonte: Uol

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*