Rogério aceita até se tornar meia para virar titular no São Paulo

O atacante Rogério é certamente um dos jogadores mais queridos pela torcida do São Paulo. Tido como xodó desde o final do ano passado, quando se notabilizou pelos gols marcados quando saía do banco de reservas, ele gosta do carinho da arquibancada, mas quer fazer de tudo para tornar-se titular da equipe em 2016. Mirando isso, ele aceita até trocar de posição e virar armador do time.

A ideia foi colocada em prática pela primeira vez na vitória por 2 a 0 sobre o Novorizontino, quando o Neymar do Nordeste atuou centralizado em uma linha de três, com Michel Bastos pelo lado esquerdo e Wesley pelo lado direito. Ainda se adaptando à ideia de ter de pensar o jogo, ele não teve grande destaque, mas ainda assim conseguiu sofrer o pênalti que resultou no gol de Michel Bastos.

“Foi um pouco diferente porque minha característica é diferente. Mas sou funcionário do clube, estou ali para fazer parte da formação que o professor pediu. Ele pediu para jogar centralizado e fiz o que pude fazer, o meu melhor”, comentou o jogador, que normalmente é o atleta responsável por tentar as jogadas pelas pontas devido à sua rapidez e seus bons dribles.

Pelas suas características, sua disputa natural é com o Centurión, bastante perseguido pelo torcedor devido ao péssimo início de ano, mas com muito moral com o treinador. Apesar dos constantes pedidos dos são-paulinos, ele deve amargar a reserva do argentino por mais um tempo caso continue sendo apenas nome para jogar pelos lados do campo.

A ideia de tentar sua participação como armador surgiu no início da semana, quando Bauza constatou que precisava dar descanso a Paulo Henrique Ganso. Como Daniel, único nome para a posição além do camisa 10, ainda não tinha condições físicas para aguentar os 90 minutos, Patón viu na boa movimentação de Rogério a chave para o seu problema.

“Foi assim que a gente treinou então tem que se adaptar nas outras formações. Vou trabalhar determinado e espero ter oportunidade. Se aparecer em função diferente, que seja. Vou procurar dar o meu melhor”, assegurou o avante, que tem um gol na temporada, o da vitória por 1 a 0 sobre o Universidad César Vallejo, no Pacaembu, na pré-Libertadores.

 

Fonte: Gazeta Esportiva

3 comentários em “Rogério aceita até se tornar meia para virar titular no São Paulo

  1. Vai se queimar, pois suas características não são de armação e sim de ponta atacante.
    Infelizmente o “EL CAGON” está cagando no pau, tirando a melhor característica do Rogério e perdendo uma grande arma no ataque.

    EL BURRON, se liga!

  2. Bauza o escala assim em TODOS os jogos, TODOS. Não foi só contra o N. Horizontino. Em tds ele substitui Ganso por Rogério e o péssimo Centurion por Wesley. Difícil não dizer que é pardalzice.

  3. Rogerio nao faça isso, nao aceite fazer uma coisa que nao sabe fazer que nao é a sua, vc pode ate colaborar, mas vai se queimar a toa, o time tem meias de qualidade que fazem essa funcao, Ganso, Michel Bastos, e temos meia bons na base, e ate aquele meia bichado que pouco jogou que se recuperar tb pode ser aproveitado.
    Jogue nao sua posicao faça a sua parte que estara de bem com a torcida.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*