Rhodolfo critica falta de coerência no São Paulo, mas não crê em queda

Após um início promissor no São Paulo, o zagueiro Rhodolfo perdeu espaço no elenco e chegou a ser a quarta opção para o setor. Emprestado ao Grêmio, o jogador admitiu que falhou em alguns lances, mas criticou a falta de coerência de Ney Franco, ex-treinador do tricolor.

“Fiquei muito chateado, sim. Cometi um ou dois erros, mas acho que não foi coerente porque outros zagueiros também erraram. Fiquei no banco, quase como último zagueiro. Fica sem motivação, sem ânimo. Por tudo que aconteceu, acho que poderia ter jogado mais”, disse em entrevista a Rádio Jovem Pan.

“Tentei sempre dar meu sangue. Conversei com o Ney, por ter errado e a culpa só vinha em mim. Mas não tenho nada contra ele. Não guardo mágoa de ninguém, não”.

Apesar do mau momento vivido pelo São Paulo, que não vence há 13 jogos, o zagueiro disse não acreditar na queda do time para a Série B. “Acho que não cai não. Tem algumas coisas para acertar e acho que o time irá se recuperar”.

Após a saída de Rhodolfo, o São Paulo, agora comandado por Paulo Autuori, também perdeu Lúcio. O zagueiro foi afastado pela diretoria e será negociado, segundo o presidente Juvenal Juvêncio.

“Conversei muito com o Paulo, quero trabalhar com ele um dia. Queria que eu ficasse, mas expliquei para ele minha situação”, completou o jogador que tem contrato com o São Paulo até 2016.

 

Fonte: Uol

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*