Rhodolfo acredita que até a zaga perde com ausência de Luis Fabiano

O ataque são-paulino sem Luis Fabiano é alvo da insatisfação dos torcedores. Autor de 15 gols só no Campeonato Brasileiro, o centroavante destoa como o principal nome ofensivo da equipe e só não consegue uma sequência entre os titulares por conta de suas consecutivas lesões. E é esta série de problemas físicos que preocupa até mesmo os jogadores de defesa do Tricolor paulista.

Receoso com a forma como o São Paulo se portará em mais um importante compromisso sem o Fabuloso, o zagueiro Rhodolfo não se limitou a analisar os números acumulados pelo camisa 9 no ataque e destacou os prejuízos que a própria zaga sofrerá sem o atleta. O defensor entende que o bom posicionamento do centroavante nas cobranças de bola parada traz a tranquilidade necessária para que o restante do time possa se organizar na área e evitar que os tiros ameacem o goleiro Rogério Ceni.

“O Luis Fabiano é um cara de bola parada. Ele é alto e ajuda bastante quando a gente estámarcando um rival. Nós adotamos um sistema de marcação por posicionamento e a presença dele no ataque e na defesa é muito importante para o São Paulo”, avaliou Rhodolfo, que além do atacante, não poderá contar com o zagueiro Paulo Miranda no duelo desta quarta-feira, contra a Universidad de Chile, em Santiago.

O defensor, que vinha atuando na lateral direita, também sofreu uma lesão na goleada por 4 a 2 sobre o Sport, no último sábado, e precisará ser substituído por Douglas no duelo do meio desta semana. “O Paulo tem a força mais defensiva. Ele ajuda muito na marcação e o Douglas trabalhar mais à frente. O Paulo também encaixou bem na bola parada e virou um dos nossos destaques. Ele fará falta, mas o Douglas vai conseguir substitui-lo à altura.”

O São Paulo vaiaja na manhã desta terça-feira para Santiago, onde iniciará o período de concentração que antecederá o confronto com a Universidad de Chile. Com a intenção de conciliar o Brasileiro com a Sul-americana, o técnico Ney Franco não poupará os seus titulares e mandará força máxima para conseguir um resultado que deixe o time mais confortável no jogo de volta, marcado para o dia 7 de novembro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*