Reservas do São Paulo treinam com broncas e retorno de três joias

A goleada por 4 a 0 para o Palmeiras no último domingo ainda incomoda muito o técnico Juan Carlos Osorio. Na manhã desta segunda-feira, o técnico comandou treino de reapresentação apenas com reservas no CT da Barra Funda e, mesmo assim, não perdoou os erros dos atletas. A atividade ainda ficou marcada por quatro “reforços” para o colombiano: Breno, Lucão, João Schmidt e Boschilia.

Breno vinha treinando bem nas últimas semanas e seu retorno aos gramados estava cada vez mais próximo, até que problema muscular retardou de novo a intenção da comissão técnica em utilizá-lo nos jogos. Agora, com recuperação mais rápida no Reffis, a reestreia no Tricolor volta a ganhar força. Lucão e Boschilia retornaram de uma semana de férias após o Mundial sub-20 com a Seleção Brasileira, enquanto João será observado por Osorio para repor as saídas de Rodrigo Caio e Denilson depois de ter defendido o Vitória de Setúbal (POR) por um ano.

Do trio, somente João não integrou o trabalho tático no CT e apenas correu em volta dos gramados. O restante do grupo, incluindo Centurión e Thiago Mendes, que entraram no decorrer da derrota no Choque-Rei de domingo, precisou ouvir broncas de Osorio a cada vacilo, fosse na marcação, em passes errados ou em lances de desatenção.

Ceturión, Thiago e Cafu chegaram a receber cobranças individuais, enquanto a maioria dos gritos do treinador eram contra erros coletivos na marcação e na movimentação de quem estava sem a bola. Em alguns momentos, chegou a citar lances do clássico com o Palmeiras para demonstrar sua irritação. Mas as cobranças não recaíram somente sobre os reservas, já que os titulares tiveram reunião com o colombiano antes do treino desta segunda, que fizeram os portões do CT serem abertos 30 minutos após o combinado.

– O dia foi de relembrar um pouco o que aconteceu, falar o que foi errado e pedir para não repetir nas próximas partidas. Ele expôs o que sentiu, viu o jogo umas duas ou três vezes à noite e passou o que achou de tudo para nós. E pediu opinião a alguns atletas também. Foi tudo bem, não digo tranquilo, mas não gritou, não estava bravo. Pediu a alguns jogadores para explicarem certas coisas, uma conversa normal depois de uma derrota. É bom para não repetir nas próximas partidas – contou Michel Bastos.

Os titulares de linha permaneceram na piscina para trabalho regenerativo pela manhã, enquanto Rogério Ceni trabalhou normalmente com o restante do grupo em campo. O elenco volta a treinar na manhã desta terça-feira e, na sequência, embarca para Curitiba, onde encara o Atlético-PR na décima rodada do Campeonato Brasileiro. Para esse jogo, Osorio não terá o suspenso Hudson e deve perder Dória, cujo empréstimo pelo Olympique de Marselha (FRA) termina também nesta terça.

Fonte: Lance

Um comentário em “Reservas do São Paulo treinam com broncas e retorno de três joias

  1. Isso e’ muito bom, mostra compromisso pelo menos de treinador,
    vamos ver os medalho’es, luisito e pato juntos jamais, toda a tragedia comecaa com esses 1 500 000 $ em campo, prefiro Cafu e Joa’o Paulo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.