“Quando tivermos 47 pontos vocês vão saber o que aconteceu”, diz Petros

A vitória por 2 a 1 sobre o Santos, neste sábado (28), permite ao São Paulo respirar na luta pela permanência na Série A do Campeonato Brasileiro, mas uma declaração de Petros ao final do clássico coloca a pulga atrás da orelha do torcedor tricolor.

“A gente precisa chegar nos 47 pontos. Quando acabar, vocês vão saber o que aconteceu. Não dá para antecipar”, disse o meio-campista, sem dar mais detalhes. Ele se refere à pontuação que seria necessária para garantir a permanência na elite. O Tricolor foi a 40 com a vitória no clássico.

À parte todo o mistério, Petros ainda se mostrou satisfeito pela subida na classificação nas últimas duas rodadas. “Feliz pelo comprometimento. A gente não tinha conseguido duas vitórias seguidas. E hoje foi bom pela maneira que foi, pelo time que é o Santos”, exalta.

Petros não foi primoroso em campo, mas se destacou pela entrega: deu piques longos para pressionar a saída de bola rival e dedicou-se muito na marcação. O melhor em campo foi Hernanes, que deu duas assistências para Marcos Guilherme e Cueva — foram dois gols em cinco minutos na primeira metade da etapa inicial. O Santos diminuiu pouco depois, mas perdeu força após o intervalo, quando o jogo tornou-se mais lento.

“Nossa equipe está ganhando maturidade, crescendo no momento mais difícil, sabendo jogar como o campeonato exige e segurando o jogo quando temos o placar a favor. Parabéns ao grupo e ao torcedor que lotou o estádio”, disse o jogador ao deixar o gramado do Pacaembu.

 

Fonte: Uol

2 comentários em ““Quando tivermos 47 pontos vocês vão saber o que aconteceu”, diz Petros

  1. Pra mim tem relação com a diretoria, faz um péssimo ano e se não tivesse trago hernanes não sei se estariamos com estes 7 pontos fora da Zona, só espero que a direção mude ou ano que vem será igual

  2. O que virá a tona? Talvez tivesse sido melhor manter o silêncio para não desestabilizar a equipe agora que o time engrenou. Já investigando, Paulo Pontes?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*