PSG envia Leonardo a São Paulo para contratar Ganso

Após vender Lucas para o Paris Saint-Germain em 2012, o São Paulo pode perder mais um jogador do elenco para o clube francês. De acordo com informações do site “Le 10 Sport”, o diretor esportivo do PSG e ex-jogador, Leonardo, está no Brasil para dar início às negociações por Paulo Henrique Ganso.

O site destaca a “fome” do dirigente por reforços e lembra que, sempre que pode, Leonardo corre para a América do Sul em busca de novos talentos para reforçar o já forte elenco do time da capital francesa.

A transferência seria a segunda entre paulistas e franceses em menos de um ano. No segundo semestre de 2012, o PSG confirmou a contratação de Lucas por cerca de R$ 108,3 milhões. Após a saída do jovem, o São Paulo abriu uma extensa negociação por Ganso. Em setembro, o clube tricolor fechou a contratação do meia por R$ 23,9 milhões.

Atualmente, Ganso se recupera de uma lesão na coxa e não enfrenta o Vasco, pela segunda rodada do Campeonato Brasileiro, nesta quarta-feira.

 

Fonte: Uol

8 comentários em “PSG envia Leonardo a São Paulo para contratar Ganso

  1. Câmbio no elenco: saí PH Ganso e entra Reynaldo, lateral do Sport…e que há muito tempo vinha sendo observado pelos nossos descobridores de talento. É o time sendo preparado meticulosamente para a disputa da série B do ano que vem…Agora falta se livrar do Fabuloso e trazer o Neguitão, reserva do América de Natal, que também está sendo observado faz tempo…

    • E desde quando o Fabuloso anda fazendo a diferença? Não joga, quando joga não decide ! Ele é bom no papel para mostrarmos que temos um centroavante “matador” (de cachorro morto), “artilheiro” (de gols inúteis)…Se acharem um negócio que diminua o prejuízo que esse atleta tem dado ao clube que vendam sem pestanejar (O Sevilla achou um trouxa, temos que achar um também).

  2. No fundo sabíamos que a compra do PH Ganso não passava de uma satisfação à torcida e jogada de marketing em termos de substituição de nomes, saia Lucas chegava PH Ganso.
    Dentro de campo no entanto, pelo vinha fazendo, já a muito tempo, estávamos tapando o sol com a peneira. Em sã consciência, poucos, acredito eu, achavam que teríamos o Ganso do começo de carreira, mas havia uma esperança afinal de contas precisávamos acreditar na reformulação que se desenhava.
    Começaram as dúvidas se jogaria com Jadson, como o time seria montado, qual a fórmula para termos um timaço de craques.
    Neste aspecto descarto o técnico como responsável, principalmente por sua inexperiência em lidar com estrelas.
    Deu no que deu, não conseguimos realizar o sonho, nossas estrelas não brilharam e PH Ganso, continua o mesmo um ex futuro craque que não decolou.
    Não vejo com maus olhos sua transferência, pelo menos para recuperarmos o dinheiro investido e talvez reaproveita-lo melhor com jogadores que venham a produzir em curto espaço de tempo o que se espera deles.
    Todavia a vida ensina e não me surpreenderia em ver novamente acontecer, a recuperação de jogadores desacreditados ou que demoraram em voltar a apresentar seu melhor como ocorreu recentemente com o próprio Jadson.
    Se PH Ganso ficar que minha esperança se concretize, caso contrário que nossa diretoria saiba reinvestir corretamente no dinheiro.
    Cordiais Saudações Tricolores

  3. Podemos questionar muito essa diretoria no tocante a aplicação de recursos em contratações duvidosas, mas no geral, na questão de negociar valores eles não são tão ruins assim, vide a venda de Neymar. Se bobear num futuro próximo, Paulo Ganso que foi comprado por R$ 23 milhões de REAIS poderá ser vendido por valor igual ou superior a do atleta santista. Penso que não vão vender Ganso antes de terminar o Brasileiro, lembrando que ele veio já com uma meta de futuramente atuar no exterior. O PSG apesar da crise na Europa tem um patrocinador trilionário.

    • Você precisa analisar as situações.

      O Lucas tinha mais 4 anos de contrato com o São Paulo, e o clube tinha 70% dos direitos.

      Neymar tinha mais 1 ano de contrato com o Santos, e o clube tinha 40 ou 50% dos direitos.

      Sou Sãopaulino e torço muito pelo Lucas, mas o que diferiu nas vendas foram os tempos de contratos.

  4. Vou contra o opinião da maioria: Vende logo; dificilmente voltará a jogar 50% do que jogou com Neymar no Santos. Muito frágil fisicamente e, no atual elenco, não vai ser protagonista. Tem se esforçado, mas o nível é muito baixo pelas expectativas geradas na sua contratação.
    Deixem ele ir pra Europa enquanto ainda tem mercado. O Roni vai fazer igual ou melhor do que o Ganso vem fazendo até agora no SP.
    Oportunidades não se perdem. . . .

  5. Como essa diretoria de futebol (?) não entende de futebol mesmo, é possível que seja vendido, porque, pelo visto, o que menos importa é o futebol, o time, títulos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*