Proposta do United foi recebida duas horas antes do fim da janela, diz Pato

Encerrada no último dia de agosto, a mais recente janela de transferências internacionais quase tirou Alexandre Pato do São Paulo. A informação chegou a ser ventilada pela imprensa europeia nas últimas horas do mercado, mas só foi confirmada pelo atacante nesta quinta-feira.

“Duas horas antes de fechar a janela, tive uma proposta do Manchester United, mas fiquei sabendo só depois. Só me contaram depois. O meu foco agora é aqui”, revelou o jogador em participação no Sportv. O vínculo de empréstimo de Pato com o Tricolor tem validade até 31 de dezembro de 2015. Depois disso, o atleta terá que se reapresentar ao Corinthians ou encontrar um novo clube. “Eu não vou mentir para vocês, eu penso sim (no futuro). Vejo com a minha família, as pessoas mais próximas de mim… A gente conversa sobre o que vai acontecer, o que vai ser no ano que vem”, admitiu.

“Faltam poucos meses para acabar. Mas eu estou trabalhando, estou muito focado no São Paulo. Não deixo de pensar no meu futuro, mas o meu foco é o São Paulo. Se pudesse escolher, nesse momento, gostaria de ficar no São Paulo, mas isso não depende só de mim. Eu tenho que fazer o meu trabalho. As pessoas de fora, meu empresário, minha família, têm cuidado bem. Eu sou profissional e trabalho sempre focado”, afirmou o atacante, artilheiro do São Paulo na atual temporada.
Autor de dois gols na vitória por 3 a 0 sobre o Vasco, Pato não hesitou ao apontar o título da Copa do Brasil como prioridade na atual campanha. “Sim, a nossa preferência é pela Copa do Brasil. É o caminho mais importante até para buscar um título inédito. O Osorio veio ao Brasil para ser campeão”, comentou, avaliando a briga pelo título do Brasileirão como complicada.

“O pessoal lá da frente, principalmente o Corinthians e o Atlético-MG, estão muito bem. É difícil. O jogador de alto nível tem que pensar em todas as competições, mas temos que respeitar as outras equipes. A gente vai lutar no Brasileiro, mas o nosso foco é a Copa do Brasil pelo título e pela vaga na Libertadores do ano que vem”, declarou.

“O professor (Juan Carlos Osorio) vai com força máxima. Temos esse jogo agora contra o Palmeiras no domingo, o de quarta-feira contra o Vasco… Acho que ele não vai poupar ninguém, vai querer ir com força máxima. Ele pode até diminuir a força do trabalho durante a semana nos treinamentos, dar uma reduzida para que a gente esteja menos cansado na hora do jogo, mas não acredito que vai poupar”, ponderou o atleta, muito elogiado pelo colombiano.

 

Fonte: Gazeta Esportiva

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*