Portugal, a segunda casa de Paulo Autuori

A disputa da terceira edição da Audi Cup, na Alemanha, já ficou pra trás para o elenco tricolor.  Nesta sexta-feira (2), a delegação do São Paulo seguiu para Lisboa, onde enfrentará o Benfica pela Eusébio Cup, neste sábado (3), às 15h45 (horário de Brasília). E Portugal guarda grandes recordações ao técnico Paulo Autuori. O país que receberá o confronto entre benfiquistas e são-paulinos foi a casa do treinador durante onze anos.

De 1986 e 1997, no período em que dirigiu equipes tradicionais lusitanas, Portugal foi o lar do comandante tricolor. “Foram onze anos e meio vivendo lá e fiz muitos amigos. Minha filha, inclusive, nasceu lá e pude fazer grandes amizades. É um lugar que sempre estará em meu coração, porque foi o início da minha carreira”, afirmou Autuori.

Enquanto esteve no Velho Continente, o técnico comandou o Vitória de Guimarães, Nacional, Marítimo e Benfica, que será o adversário do São Paulo neste final de semana. O torneio promovido pelo clube português já foi disputado por grandes clubes, como Real Madrid-ESP, Milan-ITA, Inter de Milão-ITA e Arsenal-ING.

E com a experiência de já ter trabalhado no Estádio da Luz, casa do Benfica e palco da Eusébio Cup, Paulo Autuori afirma que o São Paulo não terá vida fácil para bater os encarnados e conquistar mais um título para o clube paulista.

“O ambiente lá é forte e com uma grande torcida. O Benfica é um clube com uma história riquíssima e a equipe vem crescendo bastante. Embora na última temporada o time tenha perdido a chance de conquistar alguns troféus, eles vivem uma sequência muito boa com o Jorge Jesus (treinador), que conheço há muito tempo. Vamos encontrar dificuldades, porque teremos um adversário qualificado e temos algumas limitações”, completou.

Homenageado no torneio, Eusébio, o Pantera Negra, como é conhecido em Portugal, é o maior atleta da história do Benfica. Em 715 partidas pelo clube, o ex-jogador balançou as redes 727 vezes. Já pela Seleção Portuguesa, foram 41 gols em 64 jogos. No currículo, o ex-atleta acumula as conquistas da Liga dos Campeões, em 1961 e 62, onze títulos nacionais e cinco Taças de Portugal.

 

Fonte: Site Oficial

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.