Por Libertadores, São Paulo ‘cassa férias’ e põe reservas no Paulistão

Para facilitar o planejamento do início da temporada 2013, o São Paulo sonhava com a conquista do vice-campeonato brasileiro para entrar direto na fase de grupos da Taça Libertadores da América. Mas, com a derrota para o Grêmio, restará ao time garantir uma vaga na etapa inicial da competição, a chamada “Pré-Libertadores”. Isso significa que a primeira grande decisão vai ocorrer logo no mês de janeiro, quando a equipe ainda não estará fisicamente e taticamente ajustada.

Caso confirme sua presença no torneio continental – e as chances de isso ocorrer são de 97% -, os confrontos do mata-mata serão confirmadas apenas no mês que vem. Mas o São Paulo já trabalha com a data de 23 de janeiro. Se avançar na Copa Sul-Americana, a segunda decisão vai ocorrer no dia 12 de dezembro. Isso significa que, para estar bem na pré-Libertadores, será preciso sacrificar parte das férias.

O volante Denilson disse que, para recolocar o São Paulo na elite do futebol sul-americano, vale qualquer sacrifício.

– Se tiver de voltar antes, a gente volta, não tem problema nenhum. Todo mundo aqui sabe a importância da Libertadores. É claro que gostaríamos de entrar direto na fase de grupos, mas falhamos contra o Grêmio. Não tem problema nenhum jogar a fase inicial. Muitos gostariam de estar no nosso lugar – disse o meio-campista.

O elenco será dividido em duas partes. O técnico Ney Franco, que já discute reforços com a diretoria, vai apostar nos reservas nas rodadas iniciais do Campeonato Paulista. Será a chance, por exemplo, de o armador argentino Marcelo Cañete e o volante Fabrício mostrarem serviço.

 

Fonte: Globo Esporte

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*