Pato perde espaço e vira Copa como 5ª opção do ataque do São Paulo

Alexandre Pato viu no São Paulo a oportunidade de reviravolta no futebol após sair em baixa do Corinthians. Seu começo no Morumbi foi promissor, com um gol e comemoração efusiva na vitória diante do CSA, em abril. Mas terminada a Copa do Mundo, o camisa 11 tricolor perdeu espaço para o concorrente Ademilson e virou a quinta opção do ataque.

Para a partida do São Paulo contra o Bahia, quarta-feira (16), às 22h, na Fonte Nova, pelo Brasileirão, Pato iniciará a partida no banco. Muricy optará por Osvaldo e Ademilson pelos lados, e Alan Kardec dentro da área.

Muricy Ramalho avaliou que Pato não brigará pela função de centroavante. A disputa ficará restrita a Luis Fabiano e Kardec. Pato é um segundo atacante, jogando pelos lados, nos mesmos setores de Ademilson e Osvaldo, frisa o treinador.

“Quando não se está no time titular tem que treinar mais que os outros para, quando se tiver a chance, saber aproveitar”, aconselhou Ganso, que frequentou a reserva do time em alguns jogos no primeiro semestre.

Na semana passada, Pato ouviu bronca de Maicon durante atividade no CT. O volante disparou críticas após Pato perder a jogada e supostamente não voltar para recuperar a bola.

Salário alto e possibilidade de voltar à Itália

Com salário de R$ 800 mil (dividido igualmente entre São Paulo e Corinthians), Pato tem seu nome ligado a um possível retorno ao futebol italiano. O Corinthians quer recuperar os R$ 40 milhões investidos no jogador. O jornal Gazzetta dello Sportpublicou na semana passada que Pato se ofereceu para defender a Inter de Milão.

Corinthians e São Paulo estabeleceram acordo que autorizam a ida de Pato para o exterior mediante pagamento de 15 milhões de euros. Caso o valor seja inferior, as duas equipes paulistas terão de chegar a um consenso sobre a viabilidade do negócio.

Os treinos realizados em Orlando, nos Estados Unidos, e no CT da Barra Funda, tiveram Pato atuando entre os reservas. O melhor momento do atacante ocorreu nos treinamentos em Orlando, quando o time goleou o Ocala PDL por 11 a 1, com três gols de Pato.

 

Fonte: Uol

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*