Palmeiras não vence Choque-Rei no Palestra pelo Brasileiro desde 96

Novamente recebendo um Choque-Rei em seu estádio, o Palmeiras terá neste domingo a oportunidade de encerrar um jejum de quase 19 anos. A última vez que o time derrotou o São Paulo no Palestra Itália, pelo Campeonato Brasileiro, foi em 29 de setembro de 1996.

Aquela partida terminou com vitória por 2 a 1 e polêmica. Fernando Diniz, do Verdão, e Pedro Luís, Axel e Djair, pelo Tricolor, foram expulsos. O anfitrião abriu o placar quando Luizão recebeu lançamento de Djalminha e cruzou para Rincón escorar no gol vazio. No segundo tempo, Aristizábal aproveitou saída errada do goleiro Marcos para empatar de bicicleta, mas Djalminha sofreu pênalti e converteu para definir o placar.

Desde então, foram apenas três clássicos diante do São Paulo no Palestra Itália pelo Brasileiro: derrota por 1 a 0 em 29 de agosto de 2007, 2 a 2 em 19 de outubro de 2008 e igualdade sem gols em 24 de maio de 2009. De 1996 para cá, incluindo os mais de quatro anos de reforma do estádio, o Palmeiras mandou os duelos diante do rival no Morumbi, no Pacaembu, em Barueri e em Presidente Prudente.

Acervo/Gazeta Press

Djalminha foi decisivo na última vez que o Verdão venceu no Palestra pelo Brasileiro, em setembro de 1996

Contabilizando apenas os clássicos contra o Tricolor no Palestra Itália por Brasileiros, o Verdão deixa a desejar. Aquela vitória em 1996 foi a única neste quesito. O anfitrião acumula duas derrotas e três empates analisando apenas o Choque-Rei na casa verde pela liga nacional.

No confronto geral em sua casa, porém, o Palmeiras se dá melhor. Contando a vitória por 3 a 0 do Campeonato Paulista deste ano, são 39 jogos, com 18 vitórias alviverdes, 11 empates e dez derrotas nos números divulgados pelo Verdão nas vezes em que recebeu o São Paulo no Palestra Itália.

 

Fonte: Gazeta Esportiva

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.