Otimismo, novidades, rival forte: começa a nova era Ceni no São Paulo

Após 12 dias de treinos e dois amistosos com 18 gols marcados e três sofridos, terá início oficialmente nesta quinta-feira a nova era Rogério Ceni no São Paulo. A equipe comandada pelo treinador iniciante enfrenta o River Plate, da Argentina, na estreia do Torneio da Flórida, em St. Pettesburgh, a partir das 22h (de Brasília).

A ansiedade para ver o novo Tricolor é grande, principalmente por tudo que vem sendo feito na pré-temporada. Rogério e seus auxiliares inovaram nos treinamentos, propuseram atividades mais dinâmicas, nunca repetiram trabalhos e, com isso, conquistaram o elenco.

Houve espaço também para atividades de descontração, como o futebol americano e o dia em que um grupo de atletas teve de pagar mico na concentração após perder um duelo no treinamento. O astral é o melhor possível e o otimismo para o início de temporada é crescente.

O time ainda não é o que Ceni quer. O técnico ainda espera pela chegada de um primeiro volante e um centroavante para o time titular. Mas a partida diante dos argentinos será importante para ver como se apresentam os novos reforços contratados: Sidão, Cícero, Wellington Nem e Neilton. Também será possível observar o Tricolor atuando em esquemas táticos diferentes.

Como a ideia é rodar praticamente todo o elenco, Rogério Ceni deverá escalar duas formações durante os 90 minutos. A equipe deverá começar a partida no 3-4-3, esquema que foi mais trabalhado durante os treinos no IMG Academy. Depois, partirá para o 4-3-3. Na etapa inicial, Maicon e Rodrigo Caio terão presenças garantidas. Resta saber quem será o terceiro homem da zaga. Breno e Lugano são as alternativas, com maiores chances para o primeiro, que vem se destacando nos treinos em solo americano.

No meio-campo, os dois laterais que começarão a temporada atuando serão Bruno, pela direita, e o argentino Buffarini, improvisado na esquerda. Mas o garoto Júnior Tavares, cria da equipe sub-20 e recém-promovido ao profissional, pede passagem e poderá ganhar uma oportunidade também.  As outras duas peças do setor deverão ser os volantes Araruna e Thiago Mendes no início, com Cícero, que ainda não está 100% fisicamente, sendo utilizado no segundo tempo.

No ataque está a maior disputa do elenco. Se observados os dois jogos-treinos – 9 a 1 sobre o Sarasota e 9 a 2 sobre o Boca Ratón –, os dois homens abertos pelas pontas serão Neilton e Cueva, mas Wellington Nem e Luiz Araújo também terão espaço. No comando do ataque, Gilberto e Chavez estão em igualdade de condições e cada um deverá ganhar 45 minutos para mostrar serviço.

– Começar o ano contra grandes adversários pela frente é muito bom. Sendo o River, um time com o qual tivemos grandes duelos recentes pela Libertadores, fica melhor ainda. Vamos pensar nesse jogo e em classificar, para depois começar a projetar um possível duelo com Vasco ou Corinthians. É bom ter essa responsabilidade de grandes jogos no início, pois a temporada é recheada de duelos difíceis – afirmou o lateral-direito Bruno.

Vale lembrar que, independente do resultado desta quinta, o São Paulo fará outro jogo em solo americano, no próximo sábado, desta vez em Orlando – ou na final contra o Corinthians ou na disputa do terceiro lugar contra o Vasco.

Próximo adversário: River Plate
Local: All Lang Stadium, em St.Pettesburgh (EUA)
Data e horário: quarta-feira, 22h (de Brasília)
Time provável: Sidão; Maicon, Rodrigo Caio e Breno (Lugano); Bruno, Araruna, Thiago Mendes e Buffarini; Neilton, Chavez (Gilberto) e Cueva
Transmissão: SporTV (com Eduardo Moreno e Carlos Eduardo Lino)

Fonte: Globo Esporte

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*