Osvaldo e Toloi devem ser as únicas novidades do São Paulo no Recife

O São Paulo perdeu do Grêmio nesse domingo com cinco atletas vetados por lesão. E só um deles deve estar liberado para enfrentar o Náutico, na quarta-feira. O atacante Osvaldo, em fase final de recuperação de estiramento na coxa esquerda, tem a expectativa de ser relacionado para a partida em Pernambuco.

Na viagem para Recife, também estará Rafael Toloi, que cumpriu suspensão nesse domingo. Já Osvaldo ainda precisa ser confirmado antes da partida, já que não entra em campo desde 18 de julho, quando sentiu a lesão no início da derrota para o Vasco. Desde então, perdeu setejogos e a chance de substituir Lucas – Ademilson agradou na vaga.

Entre os outros contundidos, Luis Fabiano, também com estiramento na coxa esquerda, deve estar à disposição só contra o Bahia, no dia 21, pela Copa Sul-americana, ou diante do Corinthians, no dia 26, na última rodada do primeiro turno do Brasileiro. O artilheiro se machucou no primeiro duelo contra o Bahia pela competição continental, há 12 dias – já foi desfalque em três partidas.

Sergio Barzaghi/Gazeta Press

Osvaldo se machucou há 25 dias e perdeu sete jogos e a chance de ter sequência como substituto de Lucas

Outro que provavelmente voltará ainda neste mês é Wellington. O volante operou o joelho esquerdo em fevereiro e já está clinicamente liberado, precisa somente aprimorar a forma física e técnica. O discurso de Ney Franco em relação ao meio-campista, entretanto, é de “paciência”.

 

Mais paciência ainda será necessária com Cañete, ainda sem data para jogar enquanto se recupera de cirurgia no joelho direito ocorrida em novembro, e Fabrício, que passou por intervenção no joelho esquerdo e retornará apenas na próxima temporada. Em compensação, Lucas é esperado para enfrentar a Ponte Preta no sábado, pelo Brasileiro – Bruno Uvini, seu colega na Seleção Brasileira, deve voltar só para negociar sua saída do clube.

“São jogadores que qualquer equipe de futebol gostaria de ter no seu elenco. É uma reforçada boa não só de entrar jogando, mas como mais opções para escalar”, comemorou Ney Franco, que, enquanto ninguém é confirmado como volta, tem somente Ademilson, Willian José e Rafinha como alternativas no ataque – como os dois últimos não agradaram, tem improvisado o meio-campista Cícero no setor.

Fonte:  Gazeta Esportiva

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*